Economia de Uganda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Economia de Uganda
Comércio em rua de Kampala, Uganda.
Moeda Xelim do Uganda
Ano fiscal 1 de julho - 30 de junho
Blocos comerciais OMC, UA
Estatísticas
PIB 50,59 bilhões (2012) (95º lugar)
Variação do PIB 4,2% (2012)
PIB per capita 1 400 (2012)
PIB por setor agricultura 23,9%, indústria 26,1%, comércio e serviços 49,9% (2012)
Inflação (IPC) 14,7% (2012)
População
abaixo da linha de pobreza
24,5% (2009)
Coeficiente de Gini 0,443 (2009)
Força de trabalho total 16 550 000 (2012)
Desemprego N/D
Principais indústrias açúcar, bebidas, tabaco, têxteis de algodão, cimento, produção de aço
Exterior
Exportações US$2 735 milhões (2012)
Produtos exportados café, peixe e produtos de peixe, chá, algodão, flores, produtos hortícolas; ouro
Principais parceiros de exportação Quênia 11,6%, Ruanda 9,7%, Emirados Árabes Unidos 9%, República Democrática do Congo 8,8%, Países Baixos 7%, Alemanha 6,7%, Bélgica 4,6%, Itália 4,3% (2011)
Importações US$ 5 528 milhões (2012)
Produtos importados bens de capital, veículos, petróleo, suprimentos médicos; cereais
Principais parceiros de importação Quênia 14,9%, Emirados Árabes Unidos 14%, Índia 11,1%, República Popular da China 9,3%, África do Sul 5,6%, Japão 4,4% (2011)
Dívida externa bruta 4 126 milhões (2012)
Finanças públicas
Receitas 2 909 milhões (2012)
Despesas 3 627 milhões (2012)
Fonte principal: [[1] CIA World Fact Book]
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

Uganda tem importantes recursos naturais, incluindo solos férteis, chuvas regulares e razoáveis depósitos minerais de cobre, ouro, outros minerais e petróleo, descoberto recentemente[1] . A agricultura é o principal setor da economia, empregando mais de 80% da força de trabalho[1] . O café é o principal produto agrícola exportado. Desde 1986 o governo - com a ajuda de organismos internacionais - tenta reabilitar a economia, através de reforma monetária, do aumento das exportações (auxiliado também pela alta dos preços dos derivados do petróleo) e melhoria dos salários do funcionalismo público[1] . As reformas políticas têm como objetivo diminuir a inflação e melhorar os ganhos de produtividade e com as exportações.[1]

No ano 2000 Uganda qualificou-se para o programa de ajuda aos países pobres altamente endividados, recebendo o perdão de US$ 1,3 bilhão de sua dívida externa, e do Clube de Paris o perdão de outros 145 milhões de dólares. Em 2007 o país recebeu US$ 10 milhões em ajuda da agência Millennium Challenge Corporation do governo norte-americano.[1]

Referências

  1. a b c d e f CIA. The World Factbook. Visitado em 21 de abril de 2013.


Flag-map of Uganda.svg Uganda
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens