Economidichthys pygmaeus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaEconomidichthys pygmaeus
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Subclasse: Neopterygii
Infraclasse: Teleostei
Superordem: Acanthopterygii
Ordem: Perciformes
Família: Gobiidae
Género: Economidichthys
Bianco, Bullock, Miller & Roubal, 1987[1]
Espécie: E. pygmaeus
Nome binomial
Economidichthys pygmaeus
(Holly, 1929)[2] [3]
Sinónimos
  • Economidichthys pygmeus (Holly, 1929)
  • Gobius martensii prevesicus (Stephanidis, 1939)
  • Gobius pygmaeus (Holly, 1929)
  • Pomatoschistus pygmaeus (Holly, 1929)[4]

Economidichthys pygmaeus é uma espécie de peixe da família Gobiidae e da ordem Perciformes.

Morfologia[editar | editar código-fonte]

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Tem lugar entre Março e Abril.[7]

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Alimenta-se de invertebradoss.[5]

Habitat[editar | editar código-fonte]

É um peixe de água doce, de clima temperado e demersal.[5]

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

É encontrado em: Europa: Oeste de Grécia.[5] [8] [9] [10] [11]

Estado de conservação[editar | editar código-fonte]

Os seus principNos problemes são a extracção de água, a contaminação e a destruição do seu habitat.[12]

Observações[editar | editar código-fonte]

É inofensivo para os humanos.[5]

Referências

  1. Bianco P. G., Bullock A. M. & P. J. Miller e F. R. Roubal, 1987. A unique teleost dermal organ in a new European genus of fishes (Teleostei: Gobioidei). J. Fish Biol. v. 31. 797-803.
  2. BioLib (em inglês)
  3. Holly, M., 1929. Zoologische Forschungsreise nach den Jonischen Inseln und dem Peloponnes von Max Beier (Viena). VI. Teil. Pisces. Sitzungsberichte der Kaiserlichen Akademie der Wissenschaften. Mathematisch-Naturwissenschaften Classe. v. 138 (pt 1): 487-489.
  4. Catalogue of Life (em inglês)
  5. a b c d e FishBase (em inglês)
  6. Miller, P.J., 1990. The endurance of endemism: the Mediterranean freshwater gobies and their prospects for survival. J. Fish Biol. 37 (Suppl. A):145-156.
  7. Crivelli, A.J., 1996. The freshwater fish endemic to the Mediterranean region. An action plan for their conservation. Tour du Valat Publication, 171 p.
  8. Borbori, D.C., P.S. Economidis e E.G. Maurakis, 2001. Freshwater fish habitat science and management in Greece. Aquatic Ecosystem Health and Management 4: 381-391.
  9. Economidis, P.S., 1991. Check list of freshwater fishes of Greece (recent status of threats and protection). Hellenic Society for the Protection of Nature, Special publication, 48 p.
  10. Economidis, P.S., E. Dimitriou, R. Pagoni, E. Michaloudi e L. Natsis, 2000. Introduced and translocated fish species in the inland waters of Greece. Fish. Manage. Ecol. 7:239-250.
  11. Kottelat, M., 1997. European freshwater fishes. Biologia 52, Suppl. 5:1-271.
  12. IUCN (em inglês)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Wu, H.L., K.-T. Shao e C.F. Lai (eds.), 1999. Latin-Chinese dictionary of fishes names. The Sueichan Press, Taiwan.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.