Edamame

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edamame fervido.

Edamame (枝豆?) é um preparado feito com grãos de soja ainda dentro da vagem, habitualmente encontrado no Japão, Havaí, China e Coreia. As vagens são fervidas em água junto com condimentos (como sal) e servidas inteiras.

Fora da Ásia Oriental o prato costuma ser encontrado em restaurantes japoneses e em alguns chineses, e é considerado uma comida saudável.

Nome[editar | editar código-fonte]

O nome japonês edamame (枝豆), que costuma ser usado para se referir ao prato, significa literalmente "galho de grão" (eda = "galho", e mame = "grão, feijão"), e se refere aos grãos jovens de soja colhidos com seus galhos. Edamame também pode significar o prato fervido em sal, um popular acompanhamento servido em izakayas japoneses, com diversas variedades locais sendo servidas de acordo com a estação. O sal é extremamente importante para o edamame; no Japão o arajio é a variedade de sal preferida, por ser um sal marinho natural. O sal a ser usado no prato é então (h)umedecido na salmoura, o que o carrega de sabores minerais e oceânicos.

No chinês, os grãos de soja jovens são chamados de maodou (chinês: 毛豆, pinyin: máodòu, literalmente ‘feijão peludo’), e cada grão individualmente é conhecido como maodoujia (chinês: 毛豆荚, pinyin: máodòujiá, literalmente ‘vagem de de feijão peludo’). Como a maneira mais frequente de servi-lo é após fervura, o prato normalmente é identificado através de um nome descritivo, como "maodou fervido" ou "maodou fervido no sal", dependendo da maneira de preparo.

Na Coreia, o edamame é chamado de kong, um termo geralmente usado para todos os tipos de feijão.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira referência sólida ao vegetal data do ano de 1275, quando o célebre monge japonês Nichiren Shonin escreveu uma nota agradecendo um fiel pelo presente de "edamame" que este havia deixado no templo.

Preparo[editar | editar código-fonte]

Os grãos de soja verdes das vagens são colhidos antes que amadureçam. As extremidades das vagens podem ser cortadas antes de serem fervidas na água ou cozidas no vapor. O modo de preparo mais comum usa o sal, que pode tanto ser dissolvido na água antes das vagens serem introduzidas, quanto adicionado depois do cozimento. O edamame é servido normalmente depois de esfriar, porém também pode ser consumido ainda quente.

Outros condimentos utilizados podem ser o jiuzao (chinês: 酒糟, pinyin: jiǔzāo, literalmente ‘sedimento de vinho’), feito a partir dos resíduos altamente fermentados de grãos que sobram da destilação do vinho de arroz, utilizado para acrescentar fragrância e sabor. Algumas receitas também usam a pimenta de Sichuan, para dar mais gosto, bem como o pó de cinco especiarias.

Além de serem consumidos inteiro, os grãos podem ser servidos como um molho; sachês com tempero para molho de edamame podem ser encontrados em diversos mercados de comida asiática e oriental.

Conteúdo nutritivo[editar | editar código-fonte]

Edamame
Valor nutricional por 100 g (3,53 oz)
Energia 448 kJ (110 kcal)
Carboidratos
Carboidratos totais 12 g
 • Açúcares 3 g
 • Fibra dietética 6 g
Gorduras
Gorduras totais 6 g
Proteínas
Proteínas totais 12 g
Vitaminas
Tiamina (vit. B1) 0.2 mg (17%)
Riboflavina (vit. B2) 0.3 mg (25%)
Niacina (vit. B3) 1.1 mg (7%)
Ácido pantotênico (B5) 0.6 mg (12%)
Vitamina B6 0.2 mg (15%)
Ácido fólico (vit. B9) 358 µg (90%)
Vitamina C 11.4 mg (14%)
Vitamina K 37 µg (35%)
Minerais
Cálcio 71 mg (7%)
Ferro 2.5 mg (19%)
Magnésio 72 mg (20%)
Manganês 1.2 mg (57%)
Fósforo 190 mg (27%)
Potássio 569 mg (12%)
Zinco 1.6 mg (17%)
Percentuais são relativos ao nível de ingestão diária recomendada para adultos.
Fonte: USDA Nutrient Database

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos define os grãos de edamame como "um grão de soja que pode ser comido fresco, e que são mais conhecidos como um aperitivo com um grande fator nutritivo."[1]

O edamame e todos os outros preparados de grãos de soja são ricos em carboidratos, proteínas, fibras, ácidos graxos Ômega-3 e micronutrientes, especialmente ácido fólico, manganês e vitamina K.[2]

Os grãos de edamame contêm níveis mais altos de ácido abscísico, sacarose e proteína do que outros tipos de grão de soja, e podem conter carotenóides.[3]

O consumo de edamame deve ser evitado por pessoas que tem alergia a soja.

Referências

  1. Artigo do DAEUA sobre o edamame.
  2. Edamame nutrition profile (frozen, unprepared) NutritionData. Visitado em 8-4-2010.
  3. Simonne AH, Smith M, Weaver DB, Vail T, Barnes S, Wei CI. (2000). "Retention and changes of soy isoflavones and carotenoids in immature soybean seeds (Edamame) during processing". J Agric Food Chem 48 (12): 6061–9. PMID 11141271.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Edamame».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Edamame