Edifício Berlaymont

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edifício Berlaymont
Ocupação: Comissão Europeia
Área total: 240.500 m²
Altura: 130.300 m²
Andares: 14, incluída o piso térreo
Capacidade: 2.250
Capacidade - salas de reuniões: 880
Capacidade - cafetaria: 420
Salas de Conferência: 12
Elevadores: 47
Cabines de tradução: 70
Escadas: 12
Parques de estacionamento: 1.150

O Edifício Berlaymont é a sede da Comissão Europeia em Bruxelas. Aí situam-se o gabinete do Presidente e os respectivos gabinetes dos vinte e seis comissários.

História[editar | editar código-fonte]

O edifício foi construído durante os anos '60, a fim de acolher a sede da Comissão Europeia. O Estado belga intencionava alojar o edifício o mais próximo possível do centro da cidade, pelo que teve de comprar um terreno de dois hectares na parte final da "Rua da lei". Este prédio pretencia até então ao convento das "Dames du Berlaymont", de onde provém o seu nome actual.

Nesse terreno construiu-se o edifício, do arquitecto Lucien de Vestel, sobre a base de uma cruz de lados desiguais, cuja superfície construída soma 240.000 m² repartidos em 16 níveis, destinados a alojar a mais de 3.000 funcionários. Os primeiros inquilinos chegaram em 1967, porém teve-se que desalojar o edifício em 1991, já que a construção continha asbesto, uma sustância tóxica.

Mais tarde, foi renovado sob a direcção do arquitecto Pierre Lallemand e voltou a acolher a Comissão desde 2004. Entretanto, o Estado Belga, que era proprietário do imóvel, vendeu-o à União Europeia por 560 milhões de euros.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre o Edifício Berlaymont

Berlaymont 2000 - Página web do edifício (em francês)