Edifício da Suprema Corte dos Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edifício da Suprema Corte
Supreme Court Building
Registro Nacional de Lugares Históricos
Marco Histórico Nacional
Fachada da principal Suprema Corte ao anoitecer.
Edifício da Suprema Corte dos Estados Unidos está localizado em: Estados Unidos
Localização: First Street, nº1, NE
 Distrito de Colúmbia
Coordenadas: 38° 53′ N 77° 0′ W
Construído/Fundado: 1932-1935
Arquiteto: Cass Gilbert
Cass Gilbert, Jr.
John R. Rockart
Estilo(s): Neoclássico
Adicionado ao NRHP: 4 de maio de 1987 (26 anos)
Registro NRHP: 87001294

O Edifício da Suprema Corte dos Estados Unidos (em inglês: Supreme Court Building) é a sede da Suprema Corte dos Estados Unidos desde 1935. Localiza-se na First Street, Capitol Hill, na região Nordeste de Washington, D.C. Como está próximo ao Capitólio, está sob a jurisdição do Arquiteto do Capitólio. Foi designado um Marco Histórico Nacional em 1987, mas não integra o Registro Nacional de Lugares Históricos.

História[editar | editar código-fonte]

Antes da criação de Washington, D.C, a capital nacional foi durante pouco tempo a cidade de Nova Iorque e, posteriormente, Filadélfia. Durante este período em que Filadélfia foi a capital, a Suprema Corte se reunia no Independence Hall e eventualmente na Old City Hall. Em 1800, quando o governo federal foi oficialmente estabelecido em Washington, a Suprema Corte passou a ser reunir em um pequena sala do Capitólio, que foi gradativamente ocupada pelo Senado.

Em 1929, o então Chefe de Justiça, William Howard Taft (que havia servido como presidente entre 1909 e 1913) propôs que a Suprema Corte obtivesse sua sede própria. Autorizado pelo Congresso, Taft contratou o arquiteto Cass Gilbert (autor de vários edifícios públicos nos Estados Unidos) como idealizador da obra.[1] Contudo, nem Taft ou Gilbert sobreviveram para ver a conclusão da obra, que foi inaugurada no mandato do Chefe de Justiça Charles Hughes e com a assinatura dos arquitetos Cass Gilbert, Jr. e John R. Rockart. Como o prédio teve custo abaixo da verba liberado pelo Congresso (US$9.740.000), cerca de US$94.000 retornaram ao Departamento do Tesouro.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Estudo do Edifício Woolworth, Nova York (1910-12-10). Página visitada em 2013-07-25.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]