Edino Nazareth Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Edinho
Informações pessoais
Nome completo Edino Nazareth Filho
Data de nasc. 5 de junho de 1955 (59 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Brasil
Destro
Apelido Edinho
Informações profissionais
Posição ex-Zagueiro e Treinador
Clubes de juventude
1969-1974 Brasil Fluminense
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1975-1982
1982-1987
1987-1988
1988-1989
1989-1990
Brasil Fluminense
Itália Udinese
Brasil Flamengo
Brasil Fluminense
Brasil Grêmio
8800 (11)
1380 (22)
61000 (4)
27000 (3)
80000 (1)
Seleção nacional
1977-1986 Brasil Brasil 59000 (3)
Times que treinou
1991
1992
1993
1993-1994
1994-1995
1996
1997
1998
1998
2002
2003
2003
2004-2005
2005
2005
2006
2009
2010
2010-2011
Brasil Fluminense
Brasil Botafogo
Brasil Fluminense
Portugal Marítimo
Brasil Flamengo
Brasil Vitória
Brasil Portuguesa
Brasil Fluminense
Brasil Grêmio
Brasil Goiás
Brasil Vitória
Brasil Bahia
Brasil Brasiliense
Brasil Atlético-PR
Brasil Sport Recife
Brasil Portuguesa
Brasil Boavista-RJ
Brasil Joinville
Brasil Americana

Edino Nazareth Filho, mais conhecido como Edinho, (Rio de Janeiro, 5 de junho de 1955), é ex-futebolista brasileiro, zagueiro do Fluminense, Udinese, Flamengo e Grêmio. Edinho também foi jogador da Seleção Brasileira e, depois que parou de jogar, passou a dedicar-se à carreira de treinador de futebol. Em 2012, passou a ser comentarista esportivo do SporTV.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Edinho tinha somente 13 anos quando ingressou nas categorias juvenis do Fluminense e, cinco anos mais tarde, já vestia a camisa do time principal.

Era um jogador com imensa identidade com a torcida tricolor, por conta de seu vigor físico e da raça com que se entregava em todos os jogos, sempre saindo com a bola dominada nos pés, em arrancadas que levavam seu time ao contra-ataque eempolgavam as arquibancadas do Maracanã.

Edinho fez parte do grande time do Fluminense nos anos 70, que ficou conhecido como a Máquina Tricolor, em decorrência das conquistas dos estaduais de 75, 76 e 80.

Excelente batedor de faltas, foi o autor do gol que deu o título do Campeonato Carioca de 1980, na final contra o Vasco da Gama.

Edinho também começou cedo sua carreira na Seleção Brasileira, quando aos 20 anos de idade, fez parte na Seleção Olímpica que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 1975, na Cidade do México. Posteriormente, manteve seu lugar na Seleção Principal, tendo disputado as Copas do Mundo de 1978, 82 e 86.

Encerrou sua carreira na Seleção após a derrota para a França na Copa de 1986, totalizando 87 partidas com a camisa do Brasil, das quais 28 foram pela Seleção Olímpica, e 59 pela Seleção Principal.

Edinho também jogou na Udinense, da Itália, no Flamengo e no Grêmio. Contudo, a despeito das conquistas no Flamengo e no Grêmio, seu nome sempre estará fortemente ligado ao Fluminense.

Em duas passagens pelas Laranjeiras, Edinho atingiu a marca de 358 jogos e 34 gols marcados com a camisa tricolor.

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Em 1991, logo após pendurar as chuteiras, Edinho iniciou sua carreira de treinador à frente do Fluminense. De cara venceu a Taça Guanabara daquele ano.

Nas décadas seguintes, Edinho peregrinou por muitas equipes do Brasil, conseguindo conquistar títulos como a Copa Centro-Oeste e a Série B do Brasileirão.

Atuou como diretor de futebol do Clube Atlético Paranaense.

Os últimos clubes a comandar foram o Joinville Esporte Clube [1] [2] e o Americana, de São Paulo.

Como empresário e comentarista[editar | editar código-fonte]

Edinho ainda virou empresário de jogadores, mas logo depois retornou à função de treinador. Atualmente está como comentarista do canal fechado Sportv.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Udinese
Seleção Brasileira
Flamengo
Grêmio

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Vitória
Goiás
Brasiliense
Atlético Paranaense

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Precedido por
Gil
Técnico do Botafogo
1992
Sucedido por
Paulo Emílio
Precedido por
Carlinhos
Técnico do Flamengo
1994
Sucedido por
Vanderlei Luxemburgo
Precedido por
Casemiro Mior
Técnico do Atlético Paranaense
2005
Sucedido por
Antônio Lopes