Edite de Wessex

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edite de Wessex
Rainha Consorte da Inglaterra
Governo
Reinado 10451066
Consorte Eduardo, o Confessor
Sucessor Ema da Normandia
Vida
Nome completo Edite de Wessex
Nascimento 1029
Morte 19 de dezembro de 1075 (46 anos)
Pai Godwin, Conde de Wessex
Mãe Gytha Thorkelsdóttir

Edite de Wessex (?, 1029 - 19 de dezembro de 1075) casou-se com rei Eduardo, o Confessor em 1045. Não teve filhos com o rei. Segundo alguns historiadores, a falta de filhos poderia ser atribuída à recusa de Eduardo em consumar o casamento, por conta de sua antipatia em relação a família de Edite; segundo outros, Eduardo teria feito voto de castidade. Para o historiador e biógrafo britânico Frank Barlow, esta última hipótese não tem fundamento.

Edite era filha de Godwin, Conde de Wessex um dos homens mais poderosos da Inglaterra no reinado de Eduardo. Sua mãe era Gytha Thorkelsdóttir, por sua vez filha de Torkel Styrbjörnsson, filho deserdado do príncipe sueco Styrbjörn Starke, filho do rei Olaf, da Suécia (é necessário a remontação da origem genealógica para melhor entendimento).

Quando Goldwin e sua família foram expulsos da Inglaterra em 1051 Edite foi posta de lado pelo rei e enviada para um convento de freiras. Portanto um ano depois, Goldwin regressou e reintegrou sua filha a coroa, que nos últimos anos do rei desempenhou um importante papel junto a ele como parte do grupo dos conselheiros do mesmo.

De acordo com Barlow: " embora ela estivesse sempre modestamente colocada por trás do trono, não se pode minizar o seu poder ou ocultar completamente a relevância vontade dela em relação ao reino. Ela era uma mulher dura e irredutível."

Após a morte de Eduardo em 4 de janeiro de 1066, o irmão de Edite, Harold Godwinson tomou o trono, porém um primo de Eduardo, Guilherme I então Duque da Normandia resolveu se auto-proclamar rei da Inglaterra. Na Batalha de Stamford Bridge (25 de Setembro de 1066) e na Batalha de Hastings (14 de Outubro, 1066), Edite perdeu quatro de seus irmãos (Tostig, Harold, Gyrth e Leofwine). Seu irmão Wulfnoth Godwinson que tinha sido tomado como refém por Eduardo em 1051 logo depois se tornou prisioneiro de Guilherme I e foi levado cativeiro para a Normandia. Portanto Edite foi a única membra da família Godwin a sobreviver a conquista normanda sobre a Inglaterra, os filhos de Harold Godwinson fugiram para a Irlanda.

Referência Bibliográfica[editar | editar código-fonte]