Edmundo Tudor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edmundo Tudor
Conde de Richmond
Cônjuge Margarida Beaufort [1]
Descendência
Henrique VII [1]
Nome completo
Maria Henrietta Stuart
Casa Tudor
Pai Owen Tudor [1]
Mãe Catarina de Valois [1]
Nascimento 1430
Hertfordshire ou Bedfordshire, Inglaterra
Morte 1 de Novembro de 1456 (26 anos)
Carmarthen, País de Gales

Edmundo Tudor, Conde de Richmond (14301 de Novembro 1456) era filho de Owen Tudor, um nobre galês, e de Catarina de Valois, princesa de França e viúva do rei Henrique V. [1]

Nascimento e primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Edmundo nasceu no Palácio de Much Hadham em Hertfordshire ou em Hadham, Bedfordshire, sendo o filho mais velho de Owen Tudor e Catarina de Valois (viúva do Rei Henrique V de Inglaterra). [1] A condição de Edmundo à data do seu nascimento era incerta, dado que os seus pais ou não eram casados ou o casamento era ilegal, uma vez que rainhas consortes estavam proibidas por lei de voltar a casar.

Em 1436, a sua mãe internou-se na Abadia de Bermondsey onde viria a morrer em 1437. A partir daí, Edmundo e o seu irmão Jasper foram criados por Catarina de la Pole, a Abadessa de Berking, com quem permaneceram até 1442. A Abadessa entregou-os então ao cuidado do Rei Henrique VI que, por sua vez, os enviou para junto de padres para serem educados. Quando Edmundo cresceu, Henrique decidiu recebê-lo na sua corte. Edmundo foi feito cavaleiro no dia 15 de Dezembro de 1449 e chamado ao parlamento com o título de Conde de Richmond no dia 30 de Janeiro de 1452, título que se tornou oficial no dia 6 de Março do mesmo ano. O seu irmão Jasper foi nomeado Conde de Pembroke. Nas sessões parlamentares de 1453, Edmundo foi declarado filho legitimo. O Rei Henrique concedeu-lhe grandes empréstimos, particularmente em 1454.

Casamento com Margarida Beaufort[editar | editar código-fonte]

Em 1452, Lady Margarida Beaufort, a filha de 9 anos do Duque de Somerset, foi chamada à corte do seu primo em segundo-grau, o Rei Henrique, e, no dia 1 de Novembro de 1455, no Castelo de Bletsoe, casou-se com Edmundo. [2] Depois da queda de Somerset, Edmundo e o seu irmão Jasper tinham sido os tutores conjuntos de Margarida. [1] Ela tinha 12 anos quando se casou e ficou grávida no ano seguinte.

Captura, aprisionamento e morte[editar | editar código-fonte]

Contudo, a Guerra das Rosas tinha começado e Edmundo (um Lencastre) foi capturado pelo Iorque William Herbert em meados de 1456. [3] Hebert prendeu-o no Castelo de Carmarthen, no sul do País de Gales, onde acabaria por morrer de praga no dia 3 de Novembro de 1456, sendo enterrado lá. A sua elegia foi escrita por Lewis Glyn Cothi. Com a dissolução dos mosteiros em 1539, os seus restos mortais foram transferidos para o coro da Catedral de São David.

O único filho de Edmundo, o futuro Rei Henrique VII, nasceu no Castelo de Pembroke, quase três meses depois da morte do pai. [1] [4]

Referências

  1. a b c d e f g h Fernando, Luiz. Sagres. [S.l.]: Senac, 2006. 375 pp. p. 77. ISBN 9788598694184.
  2. Officina de Joseph Antonio Da Sylva. Historia Genealogica Da Casa Real Portugueza, Desde A Sua Origem Ate' O Presente, com as Familias illustres, que procedem dos Reys, e dos Serenissimos Duques de Bragança. [S.l.]: Na Officina de Joseph Antonio Da Sylva, Impressor da Academia Real, 1735. p. 329.
  3. Griffiths, Ralph Alan. Sir Rhys Ap Thomas and His Family: A Study in the Wars of the Roses and Early Tudor Politics. [S.l.]: University of Chicago Press, 1993. 333 pp. ISBN 9780708312186.
  4. Baumgaertner, Wm. E.. Squires, Knights, Barons, Kings: War and Politics in Fifteenth Century England. [S.l.]: Trafford Publishing, 2010. 504 pp. ISBN 9781426907692.
Precedido por
nova criação
Conde de Richmond
23 de Novembro de 14521 de Novembro de 1456
Sucedido por
Henrique Tudor
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.