Eduard Schensnovich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Eduard Schensnovich

Eduard Nikolayevich Schensnovich (russo: Эдуард Николаевич Щенснович) nasceu em Arcangel em 6 de janeiro de 1852 e faleceu em 3 de janeiro de 1911. Foi um Almirante russo de nobre origem polonesa, o seu pai foi exilado em Archangel por contrinuir com a Revolta de Novembro. Em 1867, Schensnovich entrou no serviço militar. Na Guerra Russo-Turca (1877-1878) atuou como especialista em minas aquáticas. Nos anos seguintes, continuou se aperfeiçoando em minas, representando a Rússia na Exposição Universal (1878) em Paris, estudou na França e na Inglaterra sobre o desenvolvimento de minas, também escreceu artigos sobre o assunto.

Em 1898, foi enviado para a Filadélfia, onde supervisionou a construção do encouraçado Retvizan. Na Batalha de Port Arthur, o seu navio o Retvizan foi atingido por torpedos japoneses, felizmente o navio conseguiu ser reparado. Na Batalha do Mar Amarelo em 1904, Schensnovich e o Retvizan entraram na linha de tiro japonesa para salvar o Tsesarevich de ser destruído foi quando Schensnovich foi atingido no abdômen por estilhaços, ele conseguiu sobreviver, mas também nunca se recuperou da lesão. Em 2 de janeiro de 1905, Schensnovich assinou a rendição da Marinha Russa após a queda de Port Arthur. Quando retornou à Rússia, após a Guerra Russo-Japonesa, foi promovido a Almirante em 1905. Em 1906, assumiu o comando de desenvolver todos os aspectos da guerra submarina. A sua saúde piorou até ele falecer em 3 de janeiro de 1911, em São Petersburgo