Eduardo Frei Montalva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo Frei Montalva
28ºº presidente do Chile Chile
Período de governo 3 de novembro de 1964
a 3 de novembro de 1970
Antecessor(a) Jorge Alessandri
Sucessor(a) Salvador Allende
Vida
Nascimento 16 de janeiro de 1911
Santiago do Chile, Chile
Morte 22 de janeiro de 1982 (71 anos)
Santiago do Chile, Chile
Dados pessoais
Primeira-dama María Ruiz-Tagle Jiménez
Partido Democrata Cristão
Religião Igreja Católica
Profissão Advogado, sociólogo, jornalista e político
Assinatura Assinatura de Eduardo Frei Montalva

Eduardo Nicanor Frei Montalva (Santiago do Chile, 16 de janeiro de 1911 — Santiago do Chile, 22 de janeiro de 1982), filho de um imigrante suiço de classe média, foi um político do partido centrista chileno democrata cristão e foi presidente do Chile de 1964 até 1970, sendo o primeiro democrata cristão chefe de Estado das Américas.

Opositor de Salvador Allende, disputou com este a eleição de 1964, e ganhou-a graças a uma maciça intervenção publicitária da CIA, que o apoiou, provendo mais da metade das verbas de sua campanha política, e promovendo uma gigantesca campanha publicitária em seu favor. Na terceira semana de junho de 1964 a agência publicitária encarregada pela CIA produziu nada menos que 20 spots radiofônicos por dia em Santiago, e em 44 estações provinciais e cinco "noticiários" radiofônicos de doze minutos ao dia em três rádios de Santiago, e em 22 rádios provinciais. No final de junho de 1964 a CIA produzia 26 programas radiofônicos semanais de "comentários políticos".[1]

Seu governo, a partir de 1964, foi marcado pelo projeto desenvolvimentista, que se baseava em empréstimos externos; pelo início de uma espécie de reforma agrária e pela reforma no sistema educacional (conseguindo que a frequência ao ensino básico chegasse a 98% das crianças em tal idade).

Também marcou seu governo a nacionalização da mineração do cobre, realizada através de compra de ações das empresas envolvidas mediante redução dos impostos pagos pelas mesmas.

As políticas de Eduardo Frei foram consideradas superficiais e descontentaram a maioria da sociedade, provocando a divisão do próprio Partido Democrata Cristão em duas grandes facções, enquanto as camadas mais populares do campo e da cidade se organizaram na Unidade Popular (UP), uma organização de esquerda, que disputou e venceu as eleições de 1970, levando o marxista Salvador Allende ao poder.

Foi sucedido por Allende em 1970. Após a derrubada de Allende pelas forças reacionárias incitadas pelo governo dos Estados Unidos e pela CIA, no golpe de estado de Augusto Pinochet, passou para se opor a este último, por ser seu governo ditatorial.

Faleceu em 1982 devido a complicações ocorridas em uma cirurgia simples. Em 2005 foi aberta uma investigação sobre sua morte, pois um ex-agente da DINA (Dirección de Inteligencia Nacional, a polícia secreta chilena criada por Pinochet) informou que uma toxina desenvolvida em laboratório fora utilizada para envenenar Frei.

O seu filho mais velho, Eduardo Frei Ruiz-Tagle, também foi presidente do Chile, entre 1994 e 2000.

Referências

  1. SENATE REPORT, pp. 15-16
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Eduardo Frei Montalva
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eduardo Frei Montalva

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BLUM, Williams. Killing Hope: U. S. Military and CIA Interventions Since World War II - Part I, Londres: Zed Books, 2003, ISBN 1-84277-369-0 Downlodable gratuitamente de www.4shared.com/file/64730175/796edf6/William_Blum_-_Killing_Hope_-_US_Military_And_CIA_Interventions_Since_WW2_-.html
  • PAREDES, Alejandro. La Operación Cóndor y la guerra fría. Universum. [online]. 2004, vol.19, no.1 [citado 12 Octubre 2008], p. 122-137. Disponible en la World Wide Web: <http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-23762004000100007&lng=es&nrm=iso>. ISSN 0718-2376.
  • PETRAS, James F. e MORLEY, Morris H. How Allende fell: A study in U.S.–Chilean relations, Nottingham: Spokesman Books, 1974.
  • SENATE REPORT: Covert Action in Chile, 1963-1973, um relatório dos membros do Comitê Selecionado para Estudar as Operações Governamentais Relativas às Operações de Inteligência, Senado dos Estados Unidos, 18 de dezembro de 1975. (Mencionada nas referências simplesmente como SENATE REPORT)
  • ASSASSINATION REPORT: Interim Report: Alledged Assassination Plots Involving Foreign Leaders, um relatório dos membros do Comitê Selecionado para Estudar as Operações Governamentais Relativas às Operações de Inteligência, Senado dos Estados Unidos, 20 de novembro de 1975. (Mencionada nas referências simplesmente como ASSASSINATION REPORT)


Precedido por
Jorge Alessandri
Presidente do Chile
1964 - 1970
Sucedido por
Salvador Allende



Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.