Eduardo García de Enterría

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Eduardo García de Enterría y Martínez-Carande
Nascimento 27 de abril de 1923
Vega de Liébana, Espanha
Morte 16 de setembro de 2013 (90 anos)
Madrid, Espanha
Ocupação Jurista

Eduardo García de Enterría y Martínez-Carande (Vega de Liébana, 27 de abril de 1923Madrid, 16 de setembro de 2013) foi um jurista espanhol.[1]

Foi professor de direito administrativo das Universidades de Valhadolide e Complutense de Madri.[2] É membro da Real Academia Espanhola, Real Academia de Jurisprudencia y Legislación, Accademia Nazionale dei Lincei, Asociación Española para el estúdio del Derecho europeo e do centro de pesquisas em direito europeu da Universidade Harvard.[2]

Foi Juiz do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos de 1978 a 1986, sendo o primeiro espanhol a integrar a corte.[2] Também já presidiu a Fédération International pour le Droit Européen (FIDE).[2]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Doutor Honoris Causa[editar | editar código-fonte]

Foi Doutor honoris causa pelas universidades de:

Referências

  1. Fallece Eduardo García de Enterría, jurista y Premio Príncipe de Asturias (em espanhol) El País (17 de setembro de 2013). Visitado em 17 de setembro de 2013.
  2. a b c d Biografia na Real Academia Espanhola.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.