Eduardo Rodríguez Veltzé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo Rodríguez Veltzé
Presidente da Bolívia Bolívia
Mandato 9 de junho de 2005
a 22 de janeiro de 2006
Antecessor(a) Carlos Mesa
Sucessor(a) Evo Morales
Vida
Nascimento 2 de Março de 1956 (58 anos)
Cochabamba

Eduardo Rodríguez Veltzé (Cochabamba, 2 de março de 1956) foi presidente da Bolívia de 9 de junho de 2005 até 22 de janeiro de 2006[1] .

Ex-presidente da Corte Suprema de Justiça, foi eleito presidente durante a grave crise política causada por manifestações pela nacionalização dos hidrocarbonetos, durante a qual o ex-presidente Carlos Mesa foi forçado a renunciar. Depois da demissão dos presidentes do Senado (Hormando Vaca Díez) e da Câmara de Deputados (Mario Cossío), o Congresso elegeu a Rodríguez para ocupar o posto de Presidente da Bolívia. Conduziu o país durante um período turbulento até a eleição de seu sucessor, Evo Morales.

Nascido em Cochabamba, Rodríguez Veltzé formou-se em Direito, na Universidade Maior de San Simón de Cochabamba e obteve o título de advogado em 1981. Posteriormente obteve seu grau de mestrado na Universidade de Harvard.

Mídia[editar | editar código-fonte]

(notícias)
Eduardo Rodríguez Veltzé é o novo Presidente da Bolívia, 10 de Junho, 2005
O advogado Eduardo Rodríguez Veltzé assume como presidente interino da Bolívia.


Referências

  1. Eduardo Rodríguez Veltzé (em espanhol). Página visitada em 22 de janeiro de 2011.


Precedido por
Carlos Diego Mesa Gisbert
Presidentes de Bolívia
2005 - 2006
Sucedido por
Juan Evo Morales Ayma



Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.