Eduardo Saverin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo Luiz Saverin
Eduardo Saverin na conferência CHINICT em 25 de maio de 2012.
Nascimento 19 de março de 1982 (32 anos)
São Paulo,  Brasil
Nacionalidade BrasilBrasileiro
Fortuna Aumento US$ 4,1 Bilhões (2014)[1]
Principais trabalhos Co-fundador do Facebook
Página oficial
Site Oficial

Eduardo Luiz Saverin (São Paulo, 19 de março de 1982)[2] é um empresário e bilionário brasileiro.[3] É um dos co-fundadores do Facebook, juntamente com Mark Zuckerberg e outros. Atualmente, após vender metade dos 5% das ações do Facebook que possuía, detém 2,5% das ações da rede social. Em 2012, o valor de suas ações atingiram US$ 2.5 bilhões.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Eduardo Luiz Saverin nasceu na cidade de São Paulo filho de Roberto e Sandra Saverin, e foi criado em Miami, Florida. Seu pai Roberto, filho de um imigrante judeu romeno,[4] era um industrial brasileiro que trabalhava com exportação, vestuário, transporte e imobiliário. Eugênio Saverin, avô de Eduardo, era alemão, refugiado no Brasil. Em 1952, fundou a Tip Top, marca de roupas infantis, e trouxe para o mercado um dos primeiros modelos de macacão para crianças. Roberto Saverin chegou a trabalhar com o pai na fábrica de roupas infantis.

Em 1987, Eugênio vendeu a empresa para o grupo TDB, que até hoje controla a marca.[5]

Em 1993[6] , depois da descoberta que Eduardo estava na lista de “possíveis sequestrados”, em função da riqueza de seu pai, a família foi morar em Miami, nos Estados Unidos. Em 2003 Eduardo iniciou o curso de Economia na Universidade Harvard, fez pós-graduação e em 2006 recebeu seu MBA. Foi presidente da Associação de Investimento de Harvard e ficou conhecido por lucrar mais de US$ 300 mil apostando no mercado futuro do petróleo.

Saverin conheceu Mark Zuckerberg em seu segundo ano, enquanto jogava no Phoenix S K Club. Mais tarde, co-fundou o Facebook durante o primeiro ano de Zuckerberg, assumindo o papel de gestor de negócios. Durante o verão seguinte, Saverin se afastou do que era então conhecido como "thefacebook" devido a conflitos internos e as diferenças de opinião com Mark. Saverin estava morando em Nova York, onde trabalhou brevemente como um estagiário em finanças.

Como cofundador, [7] Saverin realizou o papel de CFO e gerente de negócios. O conflito atingiu o pico quando as ações de Saverin foram reduzidas a 0,03% dos 34,4% A ação movida por Saverin contra o Facebook foi resolvida fora do tribunal. Embora os termos do acordo tenham sido selados, a empresa assumiu Saverin como co-fundador do Facebook. Saverin assinou um contrato de não divulgação. Mais tarde, ganhou o direito de ter seu nome relacionado entre os outros fundadores. Eduardo Saverin continuou a frequentar o Phoenix S K Club. Eduardo vive atualmente em Singapura.

Em setembro de 2011 renunciou à cidadania dos EUA. A mudança de cidadania pode reduzir as taxas sobre ganhos de capital que Saverin pagaria após o IPO do Facebook, apesar de seus impostos poderem aumentar inicialmente. A renúncia à cidadania americana consumada por Saverin pode resultar em sua não permissão de entrada nos EUA no futuro, se o projeto de Lei "Ex-Patriot", que foi proposta em resposta ao anúncio de Saverin, tornar-se lei.El está empenhada em Saul Estigarribia

Em 2013 o Facebook é o site mais acessado do mundo. tem cerca de 1 bilhão de usuários.

Representações na mídia[editar | editar código-fonte]

No filme A Rede Social, lançado em 2010, Eduardo Saverin é interpretado pelo ator Andrew Garfield (Peter Parker em O Espetacular Homem-Aranha). O filme retrata o relacionamento entre ele e Zuckerberg, desde a criação do Facebook até o momento em que Saverin aciona legalmente medidas contra o ex-amigo.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.