Edvard Beneš

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Edvard Benes.

Edvard Beneš (Kožlany, 28 de Maio de 1884 - Sezimovo Ústí, 3 de Setembro de 1948) foi um líder do movimento da independência da Tchechoslováquia e tornou-se, em 1935, o segundo presidente deste país.

Após a anexação dos Sudetos pelos nazistas, Beneš renunciou, partindo para o exílio em Londres. Com o fim da Segunda Guerra Mundial, retornou aos seus país como presidente, período em que assinou os ditos "decretos de Beneš", que confiscaram os bens de alemães e húngaros. Voltou a renunciar em 1948, quando do golpe de estado comunista.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.