Efeito íon comum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O efecto íon comum se baseia no produto de solubilidade (Kps) segundo o qual, para diminuir a solubilidade de um sal se agrega um dos íons. Ao aumentar a concentração de um dos íons que formam o precipitado, a concentração do outro deve diminuir, para que Kps permaneça constante, a uma temperatura determinada. Este efeito é o que permite reduzir a solubilidade de muitos precipitados, ou para precipitar quantitativamente um íon, usando excesso de agente precipitante.

Exemplo - cátion prata[editar | editar código-fonte]

Se uma solução contém dissolvidas duas substâncias que tenham um íon em comum (por exemplo cloreto de prata e nitrato de prata), ao calcular o produto iônico (PI), não só deve-se considerar o aporte de cátion prata proveniente do cloreto, senão também o que provém do nitrato de prata. Se o nitrato de prata é agregado a uma solução saturada de cloreto de prata, o incremento provocado na concentração molar do cátion prata fará que o PI seja maior que o Kps, portanto, precipitará algo de cloreto de prata para restabelecer o equilíbrio. O efeito do agregar de um íon comum é uma diminuição na solubilidade do sal (cloreto de prata neste caso).

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.