Efim Bogoljubow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bogoljubow
Efim Bogoljubov.jpg
Informações pessoais
Nome completo Efim Dmitriyevich Bogoljubow
Nascimento 14 de Abril de 1889[1]
Ucrânia
Nacionalidade  Alemanha
Falecimento 18 de junho de 1952 (63 anos)[1]
Títulos GM (1951)
Conquistas
Moscou 1925 (1º)
Bled 1931 (2º)

Efim Dmitriyevich Bogoljubow foi um jogador de xadrez, Grande-Mestre e um dos melhores jogadores da década de 1920. Nasceu na Ucrânia e adquiriu cidadania alemã em 1929, passando a grafia alemã Bogolyubov para seu nome. Estudou teologia e agricultura antes de se profissionalizar como jogador de xadrez. Sua carreira começou em 1911 e apesar dos resultados modestos no Campeonato de xadrez soviético em 1911 e 1914, realizado em São Petersburgo, recebeu o título de Mestre russo ao vencer Georg Henryk Salwe. Bogoljubow participava do Torneio de xadrez de Mannhein de 1914 quando a primeira guerra mundial começou, e foi um dos poucos jogadores que melhorou seu jogo durante o conflito.[2]

Seus melhores resultados foram entre 1922 e 1928 embora alguns fossem erráticos. De dezessete fortes torneios que participou, venceu oito mas em algumas ocasiões seu aproveitamento foi inferior a 50%. Seus principais resultados no período foram em Piest (1922) a frente de Alexander Alekhine, Carlsbad (1923) empatado com Alekhine e Géza Maróczy. Venceu também os torneios soviéticos de 1924-1925 e o campeonato aberto da alemanha, a frente de Akiba Rubinstein, tornando-se o único jogador a deter os dois fortes títulos ao mesmo tempo. Venceu ainda também o Torneio de xadrez de Moscou de 1925, a frente dos ex-campeões mundiais Emanuel Lasker e José Raul Capablanca. [2]

Após vencer Berlim (1926), foi proibido de voltar a URSS sendo considerado traidor. Ele então venceu os torneios de Bad Homburg (1927), Berlim (1928) e Bad Kissengen (1928), a frente de Capablanca, Rubinstein e Max Euwe. Estes bons resultados o encorajaram a desafiar Alekhine pelo título mundial e, embora estivesse no auge, foi derrotado por (+5=9-11). Após esta derrota, teve poucos sucessos sendo o melhor resultado o segundo lugar em Bled (1931), o 1º lugar no campeonato alemão de 1931 e segundo lugar no primeiro tabuleiro na Olimpíada de xadrez de 1931. Em 1934 terminou em quarto um campeonato realizado em Zurique e perdeu outra partida pelo título mundial para Alekhine. Bogoljubow disputor ainda mais de 50 torneios terminando em primeiro lugar em quase a metade, sendo os melhores resultados Bad Nauheim (1935), Berlim (1935), Bad Elster (1938), Stuttgard (1939) e Bad Pyrmont (1949) onde venceu o campeonato alemão pela quarta e última vez.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Sunnucks (1976), p.34-3
  2. a b c Hoopper (1992), p.49

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • HOOPER, David & WHYLD, Kenneth. The Oxford Companion to Chess (em inglês). 2ª ed. Inglaterra: Oxford University Press, 1992. ISBN 0-19-866164-9