Ek prosopou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ek prosopou (em grego: ἐκ προσώπου , "representante") era um título amplamente usado no Império Bizantino nos séculos IX-XII por substitutos de titulares de diversos ofícios. O título poderia ser aplicado em um sentido genérico para qualquer alto funcionário, tais como o estratego de um tema, que era em um sentido o substituto do imperador bizantino. Em um sentido mais técnico, como usado nos Taktika ou lista de ofícios dos séculos IX-XI, ele foi usado por funcionário subordinados que substituíram um estratego ou outro governador provincial de um dos ministérios governamentais centrais de um distrito específico (chamado ekprosopike por Cecaumeno). O mesmo uso também é atestado na hierarquia eclesiástica.[1] [2]

Referências

  1. Kazhdan 1991, p. 683
  2. Bury 1911, p. 46-47
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Ek prosopou».

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bury, John B.. The Imperial Administrative System of the Ninth Century: With a Revised Text of the Kletorologion of Philotheos. Londres: Oxford University Press, 1911.
  • Kazhdan, Alexander Petrovich. The Oxford Dictionary of Byzantium. Nova Iorque e Oxford: Oxford University Press, 1991. ISBN 0-19-504652-8.