Eleição para governador da Luisiana em 2011

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eleição para governador da Luisiana em 2011
 

2007 ←  → 2015


22 de outubro de 2011
Bobby Jindal, official 109th Congressional photo.jpg Replace this image male.svg
Candidato Bobby Jindal Tara Hollis
Partido Republicano Democrata
Votos 672.950 182.755
Porcentagem 65,82% 17,87%
2011 LA Governor Race.svg
Resultado por condados.
  Condados onde Bobby Jindal obteve maior votação



Governador (a) Luisiana

A eleição para governador do estado americano da Luisiana em 2011 foi realizada em 22 de outubro com 10 candidatos concorrentes. O governador Bobby Jindal, foi eleito para um segundo mandato como governador de Luisiana.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

As eleições na Luisiana, com exceção de eleições presidenciais (e do Congresso ocorridas a partir de 2008), tem segundo turno caso o candidato com o maior número de votos não atinja 50% dos votos válidos, sendo o único estado dos Estados Unidos em que um segundo turno pode ser realizado. Os candidatos de partidos são listadas em uma votação; eleitores não precisam se limitar aos candidatos de um partido. A menos que um candidato tenha mais de 50% dos votos no primeiro turno, uma eleição de segundo turno é, em seguida, realizada entre os dois candidatos mais votados, que pode de fato ser membros do mesmo partido. Este cenário ocorreu na eleição para o 7º Distrito do Congresso em 1996, quando os democratas Chris John e Hunter Lundy foram para um segundo turno, e em 1999, quando os republicanos Suzanne Haik Terrell e Woody Jenkins foram para o segundo turno da eleição.

Candidatos[editar | editar código-fonte]

Em 10 de dezembro de 2008, Jindal disse que ele não iria concorrer à presidência em 2012, dizendo que ele iria se concentrar em sua reeleição e que isso faria a transição para uma campanha nacional difícil.[1]

O ministro Dan Northcutt (I) foi o único candidato declarado que iria desafiar Jindal, mas então saiu fora da disputa.[2] Em 22 de outubro, Caroline Fayard, foi considerada uma forte concorrente de Jindal em sua campanha de reeleição. Fayard, na época concorreu a vice-governador em uma eleição especial contra o secretário de Estado republicano Jay Dardenne, que acabou sendo derrotada por Dardene, e decidiu não concorrer ao governo.[3]

Republicanos[editar | editar código-fonte]

  • Bobby Jindal, atual governador da Luisiana (desde 2008), e ex- representante dos EUA (2005-2008)[4]

Democratas[editar | editar código-fonte]

  • Cary Deaton, advogado[4]
  • Tara Hollis, professora[4]
  • Androniki "Niki Bird" Papazoglakis, executivo[4]
  • Ivo "Trey" Roberts, professor[4]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Eleição para governador da Luisiana em 2011[5]
Partido Candidato Votos %
Republicano Bobby Jindal 673.239 65,80%
Democrata Tara Hollis 182.925 17,88%
Democrata Cary Deaton 50.071 4,89%
Democrata Ivo "Trey" Roberts 33.280 3,25%
Votos totais 1.023.163

Referências

  1. Smith, Ben (December 10, 2008). Jindal says no. Politico. Página visitada em 28 de dezembro de 2010.
  2. Dan Northcutt for Governor website
  3. "Think Tank" with Garland Robinette. CDT; t
  4. a b c d e Anderson, Ed (8 de setembro de 2011). State Treasurer John Kennedy wins new term; Gov. Jindal draws little-known foes. The Times-Picayune. Página visitada em 9 de setembro de 2011.
  5. Election results

Ligações externas[editar | editar código-fonte]