Eleições estaduais de Minas Gerais em 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2006 Brasil 2014
Eleições estaduais de  Minas Gerais em 2010
3 de outubro
(Primeiro turno)
Antonio Anastasia.jpg Heliocosta05072006.jpg
Candidato Antônio Anastasia Hélio Costa
Partido PSDB PMDB
Natural de Belo Horizonte Barbacena
Vice Alberto Pinto Coelho Patrus Ananias
Votos 6.233.923 3.402.639
Porcentagem 62,71 34,17


Brasão de Minas Gerais.svg
Governador de Minas Gerais

As eleições estaduais de Minas Gerais em 2010 foram realizadas em 3 de outubro, como parte das eleições gerais do país. Nestas eleições, foram realizadas eleições em todos os 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. Foi escolhido um governador por estado, dois senadores por estado, deputados federais e estaduais e o Presidente da República; sendo eleita Dilma Rousseff (PT). O governador Antônio Anastasia foi reeleito com 62,71% dos votos válidos, para o mandato de 2011 a 2014.

Os principais candidatos ao governo do estado foram o senador Hélio Costa (PMDB) e o governador Antônio Anastasia (PSDB).

Candidatos a governador[editar | editar código-fonte]

Candidato a governador(a)
(em ordem alfabética)
Candidato a vice-governador Coligação Tempo de horário eleitoral[1]
Adilson Rosa
PCO
Gilmara Lúcia dos Santos
PCO
45 segundos
Antonio Anastasia.jpg
Antônio Anastasia
PSDB
Alberto Pinto Coelho
PP
Somos Minas Gerais
PP, PDT, PTB, PSL, PSC, PR, PPS, DEM, PSDC, PMN, PSB e PSDB
7 minutos, 53 segundos e 7 centésimos
Edilson Nascimento
PTdoB
Marluce Rodrigues
PRTB
Minas no Rumo Certo
PTN, PRTB, PHS, PTC, PRP, PT do B
53 segundos e 42 centésimos
Fabinho
PCB
Silvio Rodrigues
PCB
45 segundos
Heliocosta05072006.jpg
Hélio Costa
PMDB
Patrus Ananias.jpeg
Patrus Ananias
PT
Todos Juntos por Minas
PRB, PT, PMDB, PCdoB
5 minutos 6 segundos e 5 centésimos
Zé Fernando Aparecido
PV
Leonardo Mattos
PV

1 minuto, 3 segundos e 25 centésimos
Professor Luiz Carlos
PSOL
Waldir Lopes Giacomo
PSOL
49 segundos e 21 centésimos
Pepê
PCO
Taquinho Carteiro
PCO
45 segundos
Vanessa Portugal
PSTU
Oraldo Paiva
PSTU
45 segundos

Pesquisas de Opinião[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato Nenhum /
Não sabe
Anastasia (PSDB) Edilson Nascimento (PTdoB) Fabinho (PCB) Hélio Costa (PMDB) José Fernando (PV) Luiz Carlos (PSOL) Pepê (PCO) Vanessa Portugal (PSTU)
22 de março de 2009 Datafolha[2] 5%
41%
17%
14-18 de dezembro de 2009 Datafolha[3] 13%
37%
5%
26%
15 de janeiro de 2010 Vox Populi[4] 16%
37%
5%
40%
10 de maio de 2010 Vox Populi[5] 17%
45%
1%
2%
33%
17 de julho de 2010 Vox Populi[6] 18%
1%
0%
42%
1%
1%
2%
33%
20-23 de julho de 2010 Datafolha[7] 18%
1%
1%
44%
1%
2%
1%
2%
30%
26-29 de julho de 2010 Ibope[8] 21%
1%
1%
39%
1%
1%
1%
2%
33%
06-9 de agosto de 2010 CNT Sensus[9] 26,3%
1,3%
46,4%
1,4%
22%
07-10 de agosto de 2010 Vox Populi[10] 26%
1%
1%
36%
1%
1%
0%
1%
22%
09-12 de agosto de 2010 Datafolha[11] 17%
1%
2%
43%
1%
1%
1%
2%
32%
15-17 de agosto de 2010 CNT Sensus[12] 25,5%
1,1%
0%
44,1%
0%
0%
0%
0%
31,4%
18-20 de agosto de 2010 Ibope[13] [14] 27%
0%
0%
38%
1%
1%
0%
1%
25%
23-24 de agosto de 2010 Datafolha[15] [16] [17] 29%
1%
1%
43%
1%
1%
0%
1%
23%
24-26 de agosto de 2010 Ibope[18] [19] 35%
0%
0%
33%
1%
0%
0%
1%
30%
31/08-1 de setembro de 2010 Datafolha[20] 35%
1%
1%
40%
1%
1%
1%
1%
19%
10 de setembro de 2010 Datafolha[21] 36%
1%
1%
39%
1%
1%
0%
1%
19%
10-12 de setembro de 2010 Ibope[22] 41%
1%
0%
32%
0%
0%
0%
1%
24%
13-14 de setembro de 2010 Datafolha[23] 40%
1%
1%
37%
1%
1%
1%
1%
18%
13-14 de setembro de 2010 Ibope[24] 46%
0%
0%
33%
1%
0%
0%
1%
19%

Coligação Somos Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

A chapa de apoio à reeleição do governador Antônio Anastasia em Minas Gerais, denominada Coligação Somos Minas Gerais é composta por 13 partidos: PSDB, PPS, PTB, PP, DEM, PDT, PSB, PSC, PSL, PSDC, PMN, PRB e PR, tendo também apoio informal das legendas do PTdoB, PRP, PRTB, PTC e PTN.

As candidaturas confirmadas para a chapa são

[25] [26] [27] [28]
Cargo Partido Número Nome Observação Votos %
Governador PSDB 45 Antônio Anastasia Atual governador 6.275.520 62,72%
Vice-Governador PP - Alberto Pinto Coelho Atual presidente da Assembleia Legislativa - -
Senador PSDB 456 Aécio Neves Ex-governador 7.565.377 39,47%
Primeiro suplente DEM - Elmiro Nascimento Deputado estadual - -
Segundo suplente PSB - Tilden Santiago Deputado estadual - -
Senador PPS 234 Itamar Franco Ex-Presidente do Brasil 5.125.455 26,74%
Primeiro suplente PDT - Zezé Perrella Deputado estadual - -
Segundo suplente PTB - Elaine Matozinhos Vereadora de Belo Horizonte - -
  Eleito(a)

Coligação Todos Juntos por Minas[editar | editar código-fonte]

A chapa composta pelo PMDB, PT, PC do B e PRB, tendo também apoio informal das legendas do PSB, PDT e PSC, tem como candidatos os seguintes nomes[29] [27]

[28]
Cargo Partido Número Nome Observação Votos %
Governador PMDB 15 Hélio Costa Ex-senador por Minas Gerais 3.419.622 34,8%
Vice-Governador PT - Patrus Ananias - -
Senador PT 133 Fernando Pimentel Ex-prefeito de Belo Horizonte 4.595.351 23,98%
Primeiro suplente PT - Virgílio Guimarães de Paula - -
Segundo suplente PT - Amarildo Ferreira Silva - -
Senador PC do B 650 Zito Vieira 1.486.787 7,76%
Primeiro suplente PT - Gilson de Souza - -
Segundo suplente PMDB - Maria Aparecida Andrade Moura Presidenta do PMDB Mulher - -

Chapa do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado[editar | editar código-fonte]

A chapa própria do PSTU foi composta pelos seguintes candidatos [27]

[28]
Cargo Partido Número Nome Votos %
Governador PSTU 16 Vanessa Portugal 29.836 0,30%
Vice-Governador PSTU - Oraldo Soares Paiva - -
Senador PSTU 160 Efraim Gomes de Moura 13.339 0,07%
Primeiro suplente PSTU - Luiz Roberto Rezende Martins - -
Segundo suplente PSTU - Valter Celso Bueno Soares - -
Senador PSTU 161 José João da Silva 6.794 0,04%
Primeiro suplente PSTU - Pedro Afonso Valadares - -
Segundo suplente PSTU - Israel Pinheiro - -

O partido apresentou para as eleições proporcionais os seguintes candidatos:

Deputado Federal
  • Gilberto Gomes (Giba).
  • Valério Vieira.
Deputado Estadual
  • Geraldo (Batata).
  • Gustavo Olímpio.
  • Aldiério.
  • Mariah.
  • Andersson

Chapa do Partido Verde[editar | editar código-fonte]

A chapa própria do PV foi composta pelos seguintes candidatos[30] [27]

[28]
Cargo Partido Número Nome Observação Votos %
Governador PV 43 José Fernando Deputado federal 234.125 2,34%
Vice-Governador PV - Leonardo José de Mattos Vereador - -

O partido teve 41 candidatos a deputados federais e 52 a deputados estaduais.

Chapa do Partido Comunista Brasileiro[editar | editar código-fonte]

A chapa do PCB foi composta pelas seguintes candidaturas [27]

[28]
Cargo Partido Número Nome Observação Votos %
Governador PCB 21 Fábio Aparecido Martins Bezerra 6.763 0,07%
Vice-Governador PCB - Sílvio Pedro Rodrigues Vice-prefeito de Borda da Mata - MG - -
Senador PCB 212 Rafael Sales Pimenta 21.432 0,11%
Primeiro suplente PCB - José Francisco Neres - -
Segundo suplente PCB - Alvimar Alves da Rocha - -

O partido apresentou para as eleições proporcionais os seguintes candidatos:

Deputado Federal
  • Alex Lombello Amaral.
  • Antônio de Almeida.
Deputado Estadual
  • Daniel Cristiano.
  • Claudinei.
  • Luciano.

Chapa do Partido Socialismo e Liberdade[editar | editar código-fonte]

A chapa própria do PSOL foi composta pelos seguintes candidatos [30] [27]

[28]
Cargo Partido Número Nome Votos %
Governador PSOL 50 Luiz Carlos Ferreira[31] 32.734 0,33%
Vice-Governador PSOL - Valdir Lopes Giácomo - -
Senador PSOL 501 Waldeir Fernandes da Silva 16.958 0,09%
Primeiro suplente PSOL - Luiz Carlos Freitas Pereira - -
Segundo suplente PSOL - Carlos Roberto Campos - -
Senador PSOL 500 Marilda Terezinha da Silva Ribeiro Fonseca 53.663 0,28%
Primeiro suplente PSOL - Maria Aparecida Machado - -
Segundo suplente PSOL - Júlio César de Campos - -

Foram apresentados ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais dezoito candidatos à Câmara dos Deputados e 37 para a Assembléia Legislativa.

Coligação Minas no Rumo Certo[editar | editar código-fonte]

A chapa denominada Minas no Rumo Certo, composta pelas legendas do PTN, PRTB, PHS, PTC, PRP, PTdoB e é formada pelos seguintes nomes [26] [27]

[28]
Cargo Partido Número Nome Votos %
Governador PTdoB 70 Edilson José do Nascimento 4.639 0,05%
Vice-Governador PTdoB - Marluce Rodrigues Pereira de Paiva - -
Senador PHS 313 José Miguel Martini 274.215 1,43%
Primeiro suplente - Marcilene Jacinto Queiroz - -
Segundo suplente - Cristiano Costa Coelho - -

Chapa do Partido da Causa Operária[editar | editar código-fonte]

O PCO lançou inicialmente Pedro Paulo de Abreu Pinheiro, com o nome de Pepê na urna eletrônica, porém o candidato teve sua candidatura cassada e por esse motivo o PCO lançou Adilson Rosa dos Santos para governador. Os senadores lançados pelo partido também tiveram suas candidaturas cassadas. [27] [28]

Cargo Partido Número Nome Votos %
Governador PCO 29 Adilson Rosa dos Santos 2.788 0,03%
Vice-Governador PCO - Gilmara Lúcia dos Santos - -

Deputados federais eleitos[editar | editar código-fonte]

Cinquenta e três (53) deputados federais foram eleitos pelo estado.[28] [32]

Nome Votos Porcentagem
Gabriel Moreira de Andrade (PT) 137.120 1,33%
Renzo do Amaral Braz (PP) 102.573 1,00%
Miguel Corrêa da Silva Júnior (PT) 113.388 1,10%
Diego Leonardo de Andrade Carvalho (PR) 90.073 0,88%
Odair José da Cunha (PT) 165.644 1,61%
Bernardo de Vasconcellos Moreira (PR) 119.029 1,16%
Leonardo Lemos Barros Quintão (PMDB) 141.737 1,38%
Weliton Fernandes Prado (PT) 234.397 2,28%
Dimas Fabiano Toledo Júnior (PP) 146.061 1,42%
Reginaldo Lázaro de Oliveira Lopes (PT) 176.241 1,71%
Rodrigo Moreira Ladeira Grilo (PSL) 40.093 0,39%
George Hilton dos Santos Cecílio (PRB) 92.282 0,90%
Luís Henrique de Oliveira Resende (PTdoB) 58.677 0,57%
Eros Ferreira Biondini (PTB) 208.058 2,02%
Rodrigo Batista de Castro (PSDB) 271.306 2,64%
Alexandre Silveira de Oliveira (PPS) 199.418 1,94%
João Carlos Siqueira (PT) 111.651 1,09%
Júlio César Delgado (PSB) 70.945 0,69%
Ademir Camilo Prates Rodrigues (PDT) 72.967 0,71%
Olavo Bilac Pinto Neto (PR) 117.230 1,14%
José Silva Soares (PDT) 110.570 1,08%
Paulo Abi Ackel (PSDB) 105.422 1,03%
Gilmar Alves Machado (PT) 192.657 1,87%
Aelton José de Freitas (PR) 106.192 1,03%
Fábio Augusto Ramalho dos Santos (PV) 96.309 0,94%
João Lucio Magalhães Bifano (PMDB) 101.639 0,99%
José Humberto Soares (PHS) 51.824 0,50%
Antônio Pinheiro Júnior (PP) 179.649 1,75%
Marcus Vinícius Caetano Pestana da Silva (PSDB) 161.892 1,57%
Narcio Rodrigues da Silveira (PSDB) 101.090 0,98%
Eduardo Luiz Barros Barbosa (PSDB) 120.769 1,17%
Walter da Rocha Tosta (PMN) 86.192 0,84%
Domingos Sávio Campos Resende (PSDB) 143.113 1,39%
Luiz Fernando Ramos Faria (PP) 105.413 1,03%
Antônio Eustáquio Andrade Ferreira (PMDB) 117.722 1,14%
Lincoln Diniz Portela (PR) 109.045 1,06%
Jaime Martins Filho (PR) 180.117 1,75%
Paulo Piau Nogueira (PMDB) 90.907 0,88%
José Saraiva Felipe (PMDB) 90.097 0,88%
José Leonardo Costa Monteiro (PT) 85.891 0,84%
Carlaile de Jesus Pedrosa (PSDB) 128.304 1,25%
Marcos Montes Cordeiro (DEM) 94.077 0,91%
Eduardo Brandão de Azeredo (PSDB) 123.649 1,20%
Carlos do Carmo Andrade Melles (DEM) 100.325 0,98%
Maria do Socorro Jô Moraes (PCdoB) 105.977 1,03%
Geraldo Thadeu Pedreira dos Santos (PPS) 87.826 0,85%
Mário de Oliveira (PSC) 100.811 0,98%
Antônio Roberto Soares (PV) 88.344 0,86%
Márcio Reinaldo Dias Moreira (PP) 124.551 1,21%
Aracely de Paula (PR) 81.129 0,79%
Lael Vieira Varella (DEM) 243.884 2,37%
Newton Cardoso (PMDB) 137.680 1,34%
Mauro Ribeiro Lopes (PMDB) 93.035 0,90%

Obs.: A tabela acima mostra somente os candidatos eleitos.

Depuatdos estaduais eleitos[editar | editar código-fonte]

Setenta e sete (77) deputados estaduais foram eleitos pelo estado.[28] [33] [27]

Nome Votos Porcentagem
Dinis Pinheiro (PSDB) 159.422 1,54%
Marques (PTB) 153.225 1,48%
Mauri Torres (PSDB) 106.519 1,03%
Arlen Santiago (PTB) 105.859 1,02%
Tiago Ulisses (PV) 103.677 1,00%
Bráulio Braz (PTB) 102.530 0,99%
Gil Pereira (PP) 95.450 0,92%
Sargento Rodrigues (PDT) 94.312 0,91%
Agostinho Patrus Filho (PV) 93.656 0,9%
Zé Henrique (PMDB) 93.622 0,9%
Paulo Guedes (PT) 92.710 0,89%
Elismar Prado (PT) 92.027 0,89%
Dalmo Ribeiro (PSDB) 90.538 0,87%
Durval Ângelo (PT) 89.811 0,87%
Luiz Humberto Carneiro (PSDB) 88.963 0,86%
Dr. Hely (PV) 85.973 0,83%
Gustavo Corrêa (DEM) 85.504 0,83%
João Leite (PSDB) 84.316 0,81%
Gustavo Perrella (PDT) 82.864 0,8%
Antonio Genaro (PSC) 81.159 0,78%
Doutor Viana (DEM) 80.419 0,78%
Carlos Mosconi (PSDB) 79.705 0,77%
Lafayette Andrada (PSDB) 78.302 0,76%
Dilzon Melo (PTB) 77.846 0,75%
Luiz Henrique (PSDB) 77.740 0,75%
Antonio Carlos Arantes (PSC) 74.542 0,72%
Zé Maia (PSDB) 72.336 0,70%
Gustavo Valadares (DEM) 71.568 0,69%
Dr. Wilson Batista (PSL) 70.106 0,68%
Alencar da Silveira Jr (PDT) 68.709 0,66%
Bruno Siqueira (PMDB) 68.437 0,66%
Mourão (PSDB) 68.323 0,66%
Délio Malheiros (PV) 68.254 0,66%
Rosângela Reis (PV) 67.559 0,65%
Pastor Vanderlei Miranda (PMDB) 64.929 0,63%
Inácio Franco (PV) 63.662 0,61%
Wander Borges (PSB) 62.810 0,61%
Célio Moreira (PSDB) 62.582 0,60%
Antonio Julio (PMDB) 59.739 0,58%
Rômulo Viegas (PSDB) 57.691 0,56%
João Vitor Xavier da Itatiaia (PRP) 56.956 0,55%
Leonardo Moreira (PSDB) 56.945 0,55%
Tadeuzinho (PMDB) 56.898 0,55%
Pompilio Canavez (PT) 56.263 0,54%
Neilando Pimenta (PHS) 55.398 0,53%
Jayro Lessa (DEM) 54.594 0,53%
Adalclever Lopes (PMDB) 53.629 0,52%
Bispo Gilberto Abramo (PRB) 52.994 0,51%
Paulo Lamac (PT) 50.966 0,49%
Luzia Ferreira (PPS) 50.620 0,49%
Carlin Moura (PC do B) 50.221 0,48%
Ivair Nogueira (PMDB) 50.114 0,48%
Duarte Bechir (PMN) 49.619 0,48%
Tenente Lucio (PDT) 49.248 0,48%
Carlos Pimenta (PDT) 49.133 0,47%
Neider Moreira (PPS) 46.818 0,45%
Rogerio Correia (PT) 45.939 0,44%
Sávio Souza Cruz (PMDB) 45.415 0,44%
Celinho do Sinttrocel (PC do B) 45.373 0,44%
André Quintão (PT) 45.324 0,44%
Hélio Gomes (PSL) 44.704 0,43%
Liza Prado (PSB) 43.810 0,42%
Sebastião Costa (PPS) 43.376 0,42%
Duilio de Castro (PMN) 41.727 0,40%
Ulysses Gomes (PT) 41.265 0,40%
Adelmo Carneiro Leão (PT) 40.562 0,39%
Almir Paraca (PT) 40.521 0,39%
Antônio dos Reis Gonçalves Lerin (PSB) 40.426 0,39%
Fred Costa (PHS) 38.419 0,37%
Anselmo José Domingos (PTC) 38.109 0,37%
Fábio Cherem (PSL) 37.885 0,37%
Maria Tereza Lara (PT) 37.442 0,36%
Deiró Marra (PR) 36.527 0,35%
Cássio Soares (PRTB) 36.067 0,35%
Pastor Carlos Henrique (PRB) 35.983 0,35%
Bosco (PT do B) 31.455 0,30%
Fabiano Tolentino (PRTB) 31.182 0,30%

Obs.: A tabela acima mostra somente os candidatos eleitos.

Referências

  1. TRE-MG: Relatórios - Horário eleitoral gratuito. Lista de relatórios (em pdf) do tempo eleitoral em Minas Gerais. Acessado em dezembro de 2010.
  2. "Hélio Costa (PMDB) aparece como o favorito ao governo de Minas Gerais".
  3. "Hélio Costa (PMDB) larga na frente na corrida pela sucessão de Aécio".
  4. Pesquisa Vox Populi Janeiro/2010.
  5. Pesquisa Vox Populi Maio/2010.
  6. Pesquisa Vox Populi Julho/2010.
  7. "Hélio Costa (PMDB) lidera disputa em Minas Gerais".
  8. "Pesquisa aponta Helio Costa na liderança das intenções de voto para o governo do Estado de Minas Gerais".
  9. "Pesquisa Sensus em Minas: Costa tem 46,4% e Anastasia 26,3%".
  10. "Vox Populi: Hélio Costa tem 36%, contra 26% de Anastasia".
  11. "MG: Hélio Costa tem 43% contra 17% de Anastasia, diz Datafolha".
  12. "MG: Hélio Costa lidera disputa em Minas com 44,1% dos votos".
  13. "Anastasia cresce, mas Helio Costa mantém a liderança".
  14. "Ibope mostra Anastasia mais próximo de Hélio Costa em Minas".
  15. "Anastasia cresce 12 pontos, e Hélio Costa se mantém estável em Minas".
  16. "Em MG, Hélio Costa tem 43%, e Anastasia, 29%, aponta Datafolha".
  17. "Datafolha: Anastasia cresce 12 pontos em Minas; Costa tem 43%".
  18. "Em MG, Ibope mostra empate técnico entre Anastasia e Hélio Costa".
  19. "Anastasia sobe oito pontos e alcança Hélio Costa, diz Ibope".
  20. "Em MG, Hélio Costa tem 40%, e Anastasia, 35%, aponta Datafolha".
  21. "Em MG, Costa tem 39%, e Anastasia, 36%, segundo Datafolha".
  22. "Em Minas Gerais, Anastasia tem 41%, e Hélio Costa, 32%, diz Ibope".
  23. "Em MG, Anastasia tem 40%, e Costa, 37%, diz Datafolha".
  24. "Em Minas, Anastasia tem 46%, e Costa, 33%, aponta Ibope".
  25. Coligação do governador Anastasia. Acessado em dezembro de 2010.
  26. a b TRE publica nesta quarta-feira primeiro edital com pedidos de registro de candidaturas. Acessado em dezembro de 2010.
  27. a b c d e f g h i Placar Eleições UOL. Resultados da eleição em Minas Gerais. Acessado em dezembro de 2010.
  28. a b c d e f g h i j TSE:Candidaturas Divulgação de candidaturas 2010. Acessado em dezembro de 2010.
  29. Termina nesta segunda prazo para o registro de candidaturas. Acessado em dezembro de 2010.
  30. a b TRE recebe dois pedidos de registro de candidatos a governador até as 17h. Acessado em dezembro de 2010.
  31. PSOL muda candidato ao governo de Minas e lança Luiz Carlos Ferreira Acessado em 18 de Julho de 2010.
  32. Terra eleições: Apuração de votos para deputado federal em Minas Gerais. Acessado em 06/05/2011.
  33. Terra eleições: Apuração de votos para deputado estadual em Minas Gerais. Acessado em 07/05/2011.