Eleições gerais do México em 2000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
‹ 1994 • Flag of Mexico.svg • 2006
Eleições gerais mexicanas de 2000
Presidente para o período 2000-2006
2 e 6 de julho de 2000
Tipo de eleição:  Presidencial
Vicente Fox WEF 2003 cropped.jpg
Vicente FoxPAN
Votos: 15 989 636  
  
42.52%
PRI Party (Mexico).svg
Francisco LabastidaPRI
Votos: 13 579 718  
  
36.11%
Cuauhtemoc Cardenas Solorzano.jpg
Cuauhtémoc CárdenasPRD
Votos: 6 256 780  
  
16.64%

Presidente do México

As eleições gerais mexicanas de 2000 foram realizadas em julho de 2000, com o propósito de eleger o Presidente da República sucessor de Ernesto Zedillo, os 628 membros do Congresso da União e 16 Governos estaduais. A eleição presidencial teve lugar em 2 de julho, sendo seguidas pela eleição legislativa em 6 de julho.

O vencedor da eleição presidencial foi Vicente Fox, do Partido da Ação Nacional, sendo esta a primeira derrota do Partido Revolucionário Institucional (PRI) desde a Revolução Mexicana, em 1910. Já na disputa legislativa, o PAN ganhou 224 dos 500 assentos da Câmara de Deputados, enquanto o PRI ganhou 60 dos 128 assentos do Senado.

Eleição presidencial[editar | editar código-fonte]

Resultado da eleição presidencial mexicana de 2000
Partido Candidato Votos Votos (%)
  Partido da Ação Nacional Vicente Fox 15 989 636
 
42,52%
  Partido Revolucionário Institucional Francisco Labastida 13 579 718
 
36,11%
  Partido da Revolução Democrática/Partido do Trabalho Cuauhtémoc Cárdenas 6 256 780
 
16,64%
  Social Democracia Gilberto Rincón Gallardo 592 381
 
1,58%
  Partido Centro Democrático Manuel Camacho 206 589
 
0,55%
  Partido Autêntico da Revolução Mexicana Porfirio Muñoz Ledo 156 896
 
0,42%
  - Não registrados 31 461
 
0,08%
Totais 36 813 461  
Votos Nulos 788 157 2,1%
Participação 37 601 618 64,00%


Ícone de esboço Este artigo sobre eleições ou plebiscitos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.