Eleições gerais do México em 2006

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
‹ 2000 • Flag of Mexico.svg • 2012
Eleições gerais mexicanas de 2006
Presidente para o período 2006-2012
2 de julho de 2006
Tipo de eleição:  Presidencial
Felipe Calderon H.jpg
Felipe CalderónPAN
Votos: 15 000 284  
  
35.89%
Andres Manuel Lopez Obrador.jpg
Andrés Manuel López ObradorPRD
Votos: 14 756 350  
  
35.31%
Roberto Madrazo.jpg
Roberto MadrazoPRI
Votos: 9 301 441  
  
22.26%

As eleições gerais mexicanas de 2006 foram realizadas em 2 de julho de 2006, com o propósito de eleger o Presidente da República sucessor de Vicente Fox e os 628 membros do Congresso da União. Além disso, foram realizadas eleições regionais em nove estados do país.

O vencedor da eleição presidencial foi Felipe Calderón com 35,86% dos votos, uma margem de 0,64% de diferença do segundo colocado, López Obrador. Calderón é do Partido da Ação Nacional (PAN), que já exercia a Presidência com Vicente Fox desde 2000. O Partido da Revolução Democrática (PRD) não reconheceu o resultado das eleições, desencadeando uma série de acusações conhecidas como "Controvérsias e Irregularidades das eleições de 2006".


Eleição presidencial[editar | editar código-fonte]

Participaram oito partidos políticos, dos quais cinco se agruparam em duas diferentes coalizões. Os candidatos foram:

Candidato Origem Partido/Aliança
Felipe Calderón Hinojosa Michoacán Partido da Ação Nacional (PAN)
Andrés Manuel López Obrador Tabasco Coalização para o Bem de Todos (PRD, PT, Convergencia)
Roberto Madrazo Pintado Tabasco Aliança pelo México (PRI, PVEM)
Patricia Mercado Castro Sonora Partido Alternativo Social Democrata e Camponês
Roberto Campa Cifrián Distrito Federal Nova Aliança

Em 6 de julho, Felipe Calderón foi anunciado como vencedor da disputa presidencial. Dirigentes do Partido da Revolução Democrática (PRD) solicitaram a anulação da eleição, citando supostas irregularidades encontradas no processo eleitoral. Após estudar o caso, em 5 de setembro, o Tribunal Federal Eleitoral validou o resultado das eleições, declarando Felipe Calderón como Presidente-eleito do México, até a data de sua posse.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Resultado da eleição presidencial mexicana de 2006
Partido Candidato Votos Votos (%)
  Partido da Ação Nacional Felipe Calderón 15 000 284
 
36,15%
  Partido da Revolução Democrática Andrés Manuel López Obrador 14 756 350
 
35,56%
  Partido Revolucionário Institucional/PVEM Roberto Madrazo Pintado 9 301 441
 
22,42%
  Partido Alternativo Social Democrata Patricia Mercado 1 128 850
 
2,72%
  Nova Aliança Roberto Campa Cifrián 401 804
 
0,97%
  - Candidatos não registrados 0
 
0%
Totais 40 588 729  
Votos Nulos 904 604 2,18%
Participação 41 493 333 58,55%
Fonte: IFE Baja California


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]