Elephunk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elephunk
Álbum de estúdio de The Black Eyed Peas
Lançamento 24 de junho de 2003
Gravação 2001 – 2003
Gênero(s) Hip-hop, R&B[1]
Duração 59 min 29 s
Gravadora(s) A&M, will.i.am, Interscope
Produção apl.de.ap, will.i.am, Ron Fair
Cronologia de The Black Eyed Peas
Último
Último
Bridging the Gap
(2000)
Monkey Business
(2005)
Próximo
Próximo
Singles de Elephunk
  1. "Where Is the Love?"
    Lançamento: 16 de junho de 2003
  2. "Shut Up"
    Lançamento: 4 de novembro de 2003
  3. "Hey Mama"
    Lançamento: 12 de janeiro de 2004
  4. "Let's Get It Started"
    Lançamento: 22 de junho de 2004


Elephunk é o terceiro álbum de estúdio do grupo de hip hop americano Black Eyed Peas, lançado em 24 de junho de 2003. O álbum alcançou a posição #14 no gráfico da Billboard 200 e foi certificada com dupla platina pela Recording Industry Association of America (R.I.A.A.), passando a vender 8.5 milhões de cópias em todo o mundo, com 3.2 milhões somente nos Estados Unidos.[2] O álbum foi produzido por Ron Fair e também pelos membros do grupo, will.i.am e apl.de.ap, e como novidade, a apresentação da nova integrante, Fergie, e seu primeiro como "The Black Eyed Peas". Quatro singles foram lançados a partir do álbum, incluindo "Where Is the Love?", que liderou as paradas de singles em mais de 10 países.

Gravação[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento do álbum começou em 2 de novembro de 2001, e foi lançado pouco menos de dois anos depois, em 2003. No decorrer da gravação, só will.i.am, apl.de.ap e Taboo apresentaram o álbum. Durante a produção de "Shut Up" (o segundo single do álbum), eles perceberam que uma voz feminina iria cair bem na canção. Originalmente, Nicole Scherzinger (vocalista do Pussycat Dolls) foi contactada a fazer uma aparição no registro. Ela foi forçada a recusar, porque já tinha assinado contrato com o grupo Eden's Crush. Danté Santiago, em seguida, introduziu a Fergie. Will, ficou impressionado com o seu talento vocal. Ela imediatamente formou um vínculo com a banda, tornando-se membro permanente do BEP, e sua foto foi impressa na capa do álbum. Nove das catorze faixas foram compostas pelo compositor Robbie Fisher, que teve trabalhado de perto com a banda desde os estágios iniciais da formação do álbum.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

A resposta incial à Elephunk foi geralmente bem sucedido pelos críticos de música. John Bush do allmusic, disse que Elephunk "empurra fronteiras nas produções contemporâneas, (principalmente) em propagandas de hip hop" e deu ao álbum 4/5 estrelas na sua classificação.[3] Chris Nettleton do Drowned in Sound elogiou o álbum, dizendo: "Este álbum é cheio de rap de primeira, melodias de primeira, instrumentação de primeira. Procure em seus aspectos, e você tem um álbum cheio de canções memoráveis, 'ganchos' que se prendem em sua mente... mas veja em sua profundidade, é de qualidade de cima a baixo".[4] The Village Voice também fez uma análise positiva, afirmando: "Eles continuam inacreditável, mas no pop, que é simplesmente mais uma nuance estética".[5] Robert Christgau elogiou o álbum, dando-lhe uma categoria A: "Em que o inacreditável El Lay alternativo dos rappers fabricam o álbum pop mais brilhante de 2003".[6] A Entertainment Weekly teve mais de uma visão negativa sobre o álbum, "eles tentam um salão de baile ("Hey Mama"), salsa ("Latin Girls"), mesmo nu metal ("Anxiety", com Papa Roach), mas a maior ofensa para um som smart de rap coletivo, "Where Is the Love?", assustador single. É o suficiente para fazer os fãs de longa data perguntarem: Where are the Peas? (Onde estão os Peas)". O álbum recebeu uma classe C na Metacritic,[7] que atribui normalizada a classificação de 100 críticas, recebendo uma pontuação máxima de 66, com base em 15 comentários indicando, em geral críticas positivas.[8]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Robert Christgau (A-)[9]
Allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[10]
PopMatters 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[11]
Drowned In Sound (A)[12]
Alternative Press 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[13]
Entertainment Weekly (C)[14]
The Village Voice (A)[15]
Rolling Stone 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[16]

Resposta comercial[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, Elephunk alcançou a #14 posição na Billboard 200 e é o seu álbum no top 15. Ganhou ainda mais o sucesso comercial no UK Albums Chart, onde alcançou a #3 posição. Já vendeu mais de 1.6 milhões de cópias no Reino Unido, e 8.5 milhões de cópias no mundo.[17] Os singles "Where Is the Love?" e "Shut Up" alcançou a #1 posição. "Hey Mama" tem sido utilizado para vários anúncios, incluindo anúncios da Apple e iTunes. "Let's Get It Started" também recebeu aclamação universal na seção de mídia, onde uma versão cover da música aparece no filme Hot Tub Time Machine.[18] Após o sucesso do álbum, o Black Eyed Peas foram abordados pelos jogos do EA Games para caracterizar algumas das suas músicas no jogo eletrônico de 2004, The Urbz: Sims in the City. Eles remixaram algumas das faixas em Elephunk e traduziram para o Simlish, criando novas faixas para o jogo. Eles também possuem no jogo como personáveis reproduzíveis.[19]

Lista de músicas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções foram escritas por will.i.am.Escritores adicionais estão indicados abaixo.

Edição Standard
N.º Título Letra Produzido por: Duração
1. "Hands Up"   Allan Lindo, Jaime Gomez, George Pajon Jr., Mike Fratantuno, Jean Baptiste, Billy May will.i.am 3:35
2. "Labor Day (It's a Holiday)"   Pineda, Thomas Van Musser, James Brown, Catfish Collins, Williams Earl Collins, John Griggs, Clayton Gunnells, Darrel Jamison, Robert McCullough, Clyde Stubblefield, Frank Clifford Waddy will.i.am 3:58
3. "Let's Get It Started" (feat. Dante Santiago) Pineda, Gomez, Terence Yoshiaki, Fratantuno, Pajon Jr. will.i.am 3:35
4. "Hey Mama"   Anthony Henry will.i.am 3:34
5. "Shut Up"   Gomez, J. Curtis, Pajon Jr. will.i.am 4:56
6. "Smells Like Funk"   Pineda, Fratantuno, Pajon Jr. will.i.am 5:04
7. "Latin Girls"   Pineda, Gomez, Curtis, Pajon Jr., Debi Nova will.i.am 6:17
8. "Sexy"   Antônio Carlos Jobim, Vinicius de Moraes will.i.am 4:43
9. "Fly Away"   Stacy Ferguson, Ray Brady will.i.am 3:35
10. "The Boogie That Be"   John Stephens, Van Musser will.i.am 5:12
11. "The Apl Song"   Pineda apl.de.ap, will.i.am 2:54
12. "Anxiety" (com Papa Roach) Pineda, Jacoby Shaddix, Tobin Esperance will.i.am 3:38
13. "Where Is the Love?" (feat. Justin Timberlake) (faixa escondida: "Third Eye" começa em 4:46) Justin Timberlake, Gomez, Pineda, Printz Board, Fratantuno, Pajon Jr., Curtis will.i.am, Ron Fair 8:29/4:46

Gráfico e certificações[editar | editar código-fonte]

Pessoal[editar | editar código-fonte]

The Black Eyed Peas
Principal sessão de músicos
  • George Pajon Jr. – Guitarra nas faixas 1, 3, 5, 6, 7, 8, 10, 13 e 15
  • J. Curtis – Guitarra nas faixas 5, 7, 11 e 13
  • Mike Fratantuno – Baixo nas faixas 1, 2, 3, 6, 13, 14 e 15; guitarra mexicana na faixa 7; contrabaixo e violão na faixa 13
  • Dante Santiago – Backing vocal nas faixas 1, 3, 4, 6 e 10; vocal na faixa 7
Outros colaboradores

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.allmusic.com/album/elephunk-r646817
  2. http://new.music.yahoo.com/blogs/chart_watch/65105/week-ending-aug-29-2010-lifes-upsdowns/;_ylt=As.ddN4VLBr5p7c35m1V7J0PwiUv?page=2#comments
  3. Review on Elephunk. Billboard.
  4. Review on Elephunk.
  5. Review - Elephunk -Village Voice.
  6. Review Robert Christgau - Elephunk Review.
  7. Review on "Elephunk".
  8. Elephunk Review On Metacritic.
  9. Review "Elephunk by Black Eyed Peas". Robert Christgau.
  10. Review "Allmusic" Reviews. Allmusic.
  11. Elephunk Album Review At PopMatters. PopMatters.
  12. Review "Elephunk". Drowned In Sound.
  13. "Review "Elephunk""
  14. Review "Elephunk". Entertainment Weekly.
  15. Review "Elephunk". Village Voice.
  16. Elephunk Review.
  17. Amazon Elephunk Information.
  18. Hot Tub Time Machine Interview.
  19. Black Eyed Peas To Feature In The Urbz: Sims In The City.
  20. http://www.discogs.com/Black-Eyed-Peas-The-Elephunk/release/463811
  21. http://www.amazon.co.uk/dp/B0000ATU53
  22. http://www.discogs.com/Black-Eyed-Peas-The-Elephunk/release/660950
  23. a b c d e Chart Data: Black Eyed Peas
  24. Australian charts
  25. Austrian charts
  26. ultratop.be (Flanders)
  27. ultratop.be (Valônia)
  28. Danish charts
  29. Spanhis charts
  30. Dutch charts
  31. Finnish charts
  32. Lescharts
  33. New Zealand charts
  34. Norwegian charts
  35. Portuguese charts
  36. Swedish charts
  37. Hitparade
  38. Elephunk. Chart stats (30-08-2003). Cópia arquivada em 2012-07-23.
  39. The Black Eyed Peas Album & Song Chart History. Billboard 200 (26-06-2004).
  40. Argentine Sales and Certification
  41. Australian Sales and Certification
  42. [1]
  43. French Sales and Certification
  44. German Sales and Certification
  45. Indonesian Sales and Certification
  46. Japanese Sales and Certification(in Japanese)
  47. Canadian Sales and Certification
  48. Mexican Sales and Certification
  49. Swiss Sales and Certification
  50. Swedish Sales and Certification (Week 15, April 9, 2004)
  51. U.S. Billboard 200 Sales and Certification
  52. Grein, Paul. "Chart Watch Extra: Life's Up's & Down's", Yahoo!, 2010-09-01. Página visitada em 2010-09-02.
  53. www.musicweek.com
Precedido por
One Determined Heart de Paulini
Álbum número um na Austrália
(ARIA Albums Chart)

23–29 de agosto de 2004
Sucedido por
Classified de Bond



Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Black Eyed Peas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.