Viaduto Engenheiro Freyssinet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Elevado Paulo de Frontin)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Viaduto Engenheiro Freyssinet

O Viaduto Engenheiro Freyssinet, conhecido popularmente como Viaduto da Paulo de Frontin, em referência à avenida que existe abaixo do elevado, é uma via expressa localizada na cidade do Rio de Janeiro.

O elevado liga o Túnel Rebouças à Linha Vermelha, com saídas em direção à Ponte Rio-Niterói e à Avenida Brasil. Em um grande trecho, ele acompanha todo o traçado da Avenida Paulo de Frontin, no bairro do Rio Comprido. A construção desse viaduto foi um dos principais fatores que causaram a desvalorização do bairro do Rio Comprido.[carece de fontes?]

O viaduto foi batizado em homenagem a Eugène Freyssinet, engenheiro e arquiteto francês, considerado "o pai do concreto protendido" [1] .

Acidente[editar | editar código-fonte]

O elevado passando em cima da Rua João Paulo I, próxima do local do acidente

Em 20 de novembro de 1971, um trecho de 122 metros do elevado desmoronou durante a fase final de sua construção. Um caminhão betoneira carregado com oito toneladas de concreto passava por cima do elevado no momento do desabamento. Os escombros esmagaram um ônibus e alguns automóveis que cruzavam a Avenida Paulo de Frontin pela Rua Haddock Lobo, matando seus ocupantes. A tragédia deixou 26 mortos e 22 feridos.[2]

As causas do acidente jamais foram investigadas a contento.[carece de fontes?]

O trecho desmoronado foi reconstruído ao mesmo tempo em que se realizou o reforço estrutural de todo o viaduto. Aproveitando estas intervenções, o governo do antigo Estado da Guanabara decidiu estendê-lo por quase dois mil metros, até a altura do Campo de São Cristóvão, onde hoje ele se encontra com a Linha Vermelha.[3]

Referências