Elevador do Bom Jesus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elevador do Bom Jesus
Aspeto da linha do Elevador.
Aspeto da linha do Elevador.
Comprimento: 0,274 km
Bitola: Bitola Padrão
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "uvKBHFa" Unknown route-map component "uexKBHFa"
274 Santuário (am., 1877-1882)
Unknown route-map component "dRP2q" + Unknown route-map component "dBRÜCKEr"
Unknown route-map component "uvSTR"
Unknown route-map component "RP2q" + Unknown route-map component "uexLUECKE" + Unknown route-map component "vhLGD-R"
× Estrada do Bom Jesus
Unknown route-map component "d"
Unknown route-map component "CPICrr" + Unknown route-map component "uvKBHFe"
Unknown route-map component "uexCPICr"
0 Tenões
Unknown route-map component "d" Unused urban continuation forward
Elétricos de Braga 1 (des.)
Elevador do Bom Jesus do Monte 1.jpg
Braga 6.jpg
Vistas de e para a estação topo.
A via sobre a Estrada do Bom Jesus.
Carro em funcionamento.

O Elevador do Bom Jesus localiza-se no Santuário do Bom Jesus do Monte, na freguesia de Tenões, na cidade e concelho de Braga, distrito de mesmo nome, em Portugal.

Operado pela Confraria do Bom Jesus do Monte, liga a parte alta da cidade ao Santuário, vencendo um desnível de mais de cem metros de altura, e segue um percurso paralelo ao dos Escadórios do Bom Jesus, terminando, na parte mais alta, junto à estátua equestre de São Longuinho.

Sendo o primeiro funicular construído na Península Ibérica, é atualmente o mais antigo em serviço no mundo a utilizar o sistema de contrapeso de água.

Em 23 de Maio de 2013 foi classificado como Monumento de Interesse Público[1] .

História[editar | editar código-fonte]

Foi construído por iniciativa do empresário bracarense Manuel Joaquim Gomes (1840-1894) com o objetivo de substituir a linha dos americanos de Braga (veículos sobre carris puxados por cavalos), que originalmente se estendia até ao santuário e que tinha de ter a sua tração complementada por bois na íngreme subida em dias de maior afluência.[2]

O projeto foi da autoria do engenheiro suíço Niklaus Riggenbach que, a partir do seu país enviou todas as indicações necessárias para a execução do projeto e instalação dos equipamentos. Os trabalhos foram iniciados em março de 1880, com colaboração técnica do engenheiro português de ascendência francesa Raul Mesnier du Ponsard que, no local, superintendeu os trabalhos.[2] A inauguração ocorreu em 25 de março de 1882 (132 anos). (O seu sucesso foi de tal ordem que, nesse mesmo ano, constituiu-se em Lisboa a Companhia dos Ascensores, que convidou Mesnier para projetar e instalar na capital portuguesa uma série de elevadores funiculares e de carros de cabo sem fim — os primeiros dos quais se encontram até hoje em funcionamento.)

A campanha de reparações levada a cabo em 1946 utilizou material oriundo do desmantelamento do Comboio do Monte, na cidade do Funchal, na ilha da Madeira.[2]

Características[editar | editar código-fonte]

BomJesus(topo)2006.jpg
BomJesus(topo)2007.jpg
Carro do lado noroeste na estação-topo, antes e depois da renovação rétro de 2006, que recuperou a traça original: Note-se a cabina de comando, agora em material transparente.
Aspeto do interior dum carro.
Entrada, no sopé do monte (século XIX).
Entrada, no sopé do monte (século XXI).

Funciona sobre uma rampa, sendo constituído por duas cabines independentes, ligadas entre si por um sistema funicular com contrapeso de água.[3] Cada cabine tem um depósito, que é cheio de água quando no nível superior, e esvaziado quando no inferior. A diferença de pesos assim obtida permite a deslocação. A quantidade de água é calculada em função do número de passageiros nas cabines, a cada viagem.

  • Distância: 274 m
  • Desnível: 116 m
  • Inclinação: 42%
  • Tempo de Viagem: 2,5 - 4 min., dependendo do número de passageiros
  • Velocidade média: 1,2 - 1,8 m/s

Linha[editar | editar código-fonte]

Cabo[editar | editar código-fonte]

  • Data da Substituição do Cabo: 1956
  • Comprimento do cabo de aço: 285 m
  • Diâmetro do Cabo: 38 mm
  • Peso do Cabo: 1500 kg

Cabina[editar | editar código-fonte]

  • Peso da Cabina: 5000 kg
  • Número de passageiros por cabina: 38 (30 sentados)
  • Capacidade do depósito de água: 5850 ℓ

Horário de funcionamento[editar | editar código-fonte]

  • Das 08h às 20h
  • 7 dias por semana
  • Viagens de 30 em 30 minutos

Referências

  1. Diário da República.
  2. a b c CORREIA, Octaviano. "Do Pombal ao Bom Jesus de Braga" Jornal da Madeira / Revista Olhar 8 Set 2007
  3. Especialização em Transportes e Vias de Comunicação da Ordem dos Engenheiros; CT 162 (Comissão Técnica de Normalização N.º 162 - Instalações por Cabo para o Transporte de Pessoas); CATIM (Centro de Apoio Tecnológico à Indústria Metalomecânica) (2008.03.03). Resumo do relatório do Painel dedicado ao tema: “Instalações por Cabo para Transporte de Pessoas (Funiculares, Teleféricos e APM’s)” (em português). Página visitada em 2009.01.01.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Elevador do Bom Jesus