Elimination Chamber (2012)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elimination Chamber (2012)
Poster promocional do evento com Sheamus[1]
Música
tema
"This Means War" por Nickelback[2]
Detalhes
Promoção WWE
Data 19 de fevereiro de 2012
Local Bradley Center
Assistência 15,306[3]
Cidade Milwaukee, Wisconsin
Cronologia dos pay-per-views
Royal Rumble (2012) Elimination Chamber (2012) WrestleMania XXVIII
Cronologia do Elimination Chamber
Elimination Chamber (2011) Elimination Chamber (2012) Elimination Chamber (2013)

Elimination Chamber (2012) foi um evento em pay-per-view de luta profissional produzido pela WWE, que ocorreu em 19 de fevereiro de 2012, no Bradley Center em Milwaukee, Wisconsin.[4] Foi o terceiro evento Elimination Chamber anual.

Como de costume, duas Elimination Chambers aconteceram: na primeira, CM Punk derrotou Chris Jericho, The Miz, R-Truth, Kofi Kingston e Dolph Ziggler para manter o Campeonato da WWE.[5] Na segunda, Daniel Bryan derrotou Big Show, Santino Marella, Wade Barrett, Cody Rhodes e The Great Khali para manter o Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados.[6] Mais dois títulos foram defendidos no evento: Jack Swagger defendeu o Campeonato dos Estados Unidos contra Justin Gabriel[7] e Beth Phoenix defendeu o Campeonato das Divas contra Tamina Snuka.[8] Na luta principal, John Cena derrotou Kane em uma luta de ambulância[9]

O evento conquistou 178,000 compras em pay-per-view, abaixo das 199,000 do evento do ano anterior.[10] [11]

Antes do evento[editar | editar código-fonte]

Elimination Chamber teve lutas de wrestling profissional de diferentes lutadores com rivalidades e histórias pré-determinadas que se desenvolveram no Raw e SmackDown — programas de televisão da WWE, tal como nos programas transmitidos pela internet - Superstars e NXT. Os lutadores interpretaram um vilão ou um mocinho seguindo uma série de eventos para gerar tensão, culminando em várias lutas.[12]

Em 30 de janeiro, foi anunciado no website da WWE que o Gerente Geral interino do Raw, John Laurinaitis, havia marcado para o evento uma luta Elimination Chamber pelo WWE Championship, com o campeão CM Punk defendendo contra Chris Jericho, Kofi Kingston, The Miz, R-Truth e Dolph Ziggler.[13] No Raw de 6 de fevereiro, Jericho venceu um Desafio Six-Pack, derrotando todos os outros participantes da Elimination Chamber, ganhando, assim, o direito de ser o último a entrar na Elimination Chamber.[14]

No SmackDown de 3 de fevereiro, Theodore Long anunciou que Daniel Bryan defenderia o World Heavyweight Championship em uma Elimination Chamber, contra Big Show, Cody Rhodes, Wade Barrett, Randy Orton e Mark Henry. No entanto, no mesmo episódio, Long suspendeu Henry e deu seu lugar na luta para The Great Khali.[15] [16] Orton se lesionou no Raw de 13 de fevereiro. No SmackDown da mesma semana, Long ordenou que acontecesse uma battle royal, com o vencedor assumindo o lugar de Orton na Elimination Chamber. Santino Marella venceu o combate ao eliminar por último David Otunga, substituindo Orton na Elimination Chamber.[17]

No Royal Rumble, a luta entre John Cena e Kane acabou em dupla contagem, com os dois falhando ao retornar ao ringue antes da contagem do árbitro.[18] No Raw de 6 de fevereiro, o Gerente Geral Interino do Raw, John Laurinaitis, anunciou que Kane e Cena se enfrentariam no Elimination Chamber em uma luta de ambulância[14] , na qual um lutador vence ao colocar o oponente dentro de uma ambulância e fechar a porta.[19]

Evento[editar | editar código-fonte]

Pré-show[editar | editar código-fonte]

Equipe
Papel: Nome:
Comentaristas Michael Cole
Jerry Lawler
Booker T
Carlos Cabrera (Espanhol)
Marcelo Rodríguez (Espanhol)
Repórter Josh Mathews
Locutores Lilian Garcia (SmackDown e Divas)
Justin Roberts (Raw)
Árbitros Scott Armstrong
Mike Chioda
John Cone
Chad Patton
Charles Robinson
Gerentes Gerais Theodore Long (SmackDown)
John Laurinaitis (Raw)

Uma luta não-televisionada ("dark match") aconteceu antes do evento, onde Hunico, acompanhado por Camacho, derrotou Alex Riley.

Lutas preliminares[editar | editar código-fonte]

A primeira luta do evento foi a Elimination Chamber pelo WWE Championship. Os dois primeiros lutadores a entrar na luta foram o campeão CM Punk e Kofi Kingston. O terceiro lutador a entrar no combate foi Dolph Ziggler, seguido por R-Truth, que foi o primeiro eliminado, após um diving elbow drop de Punk. The Miz foi o quinto a entrar na luta. Como pré-determinado, Chris Jericho foi o último a entrar no combate, eliminando Ziggler após um Codebreaker. Mais tarde, Jericho eliminou Kingston, que desistiu após um Liontamer. Punk atacou Jericho, o jogando para fora da cela e aparentemente o lesionando e eliminando do combate. Punk eliminou Miz por último, após um Go To Sleep, mantendo o título.[5]

No segundo combate da noite, Beth Phoenix defendeu o Divas Championship contra Tamina Snuka. A luta acabou quando Phoenix aplicou um Glam Slam em Tamina.[8]

O Gerente Geral Interino do Raw John Laurinaitis foi ao ringue acompanhado por David Otunga para realizar um anúncio já divulgado[20] : queixar-se sobre o Gerente Geral do SmackDown Theodore Long, pedindo para que os diretores da WWE o retirassem do cargo e tornassem Laurinaitis Gerente Geral do Raw e do SmackDown. Os lesionados Alberto Del Rio e Christian e o suspenso Mark Henry corroboraram com a ideia de Laurinaitis.

Lutas principais[editar | editar código-fonte]

A Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship foi a terceira da luta da noite. Wade Barrett e Big Show foram os dois primeiros a entrar na luta, com Cody Rhodes entrando logo depois. Santino Marella foi o quarto e The Great Khali, o quinto, sendo eliminado após um Spear de Show. Em dado momento, Big Show arrebentou o teto da cela de Daniel Bryan, o atacando. Rhodes eliminou Big Show após um diving elbow drop de Barrett e, enquanto comemorava, sofreu um roll-up de Santino, sendo eliminado. Barrett foi eliminado por Santino após um por Santino após diving headbutt de Bryan. A luta acabou quando Santino desistiu após um LeBelle Lock de Bryan. Após o combate, Sheamus atacou Bryan.[6]

Em uma luta previamente anunciada, Jack Swagger, acompanhado por Vickie Guerrero, defendeu o United States Championship contra Justin Gabriel, acompanhado por Hornswoggle. A luta acabou quando Gabriel desistiu após um Ankle Lock de Swagger.[7]

John Cena enfrentou Kane em uma luta de ambulância no próximo combate. Em dado momento, Kane sufocou Cena, utilizando uma cadeira de rodas para levá-lo aos arredores da ambulância. Mais tarde, Kane usou um chokeslam para quebrar a mesa dos comentaristas espanhóis com Cena. A luta acabou quando Cena aplicou um Attitude Adjustment em Kane do alto da ambulância, o colocando dentro da ambulância e vencendo a luta.[9]

Após o evento[editar | editar código-fonte]

No WrestleMania, Sheamus derrotou Bryan pelo World Heavyweight Championship. CM Punk derrotou Jericho para manter o WWE Championship. Long e Laurinaitis lideraram times no WrestleMania. O de Laurinaitis venceu, dando a ele o direito de ser Gerente Geral do Raw e do SmackDown.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O evento recebeu críticas negativas e mistas. O tabloide inglês The Sun afirmou que o pay-per-view foi fraco, com exceção das Elimination Chambers, e que a luta entre Kane e Cena foi "decepcionante". Ao fim, deu ao evento nota 6, de 10.[21] O website canadense Canadian Online Explorer deu ao evento uma nota 5, considerando a luta entre Swagger e Gabriel a pior da noite e a Elimination Chamber do SmackDown, a melhor.[22]

Resultados[editar | editar código-fonte]

# Lutas Estipulação Tempo[22]
Dark Hunico (com Camacho) derrotou Alex Riley Luta individual 03:21
1 CM Punk (c) derrotou Chris Jericho, The Miz, R-Truth, Kofi Kingston e Dolph Ziggler (com Vickie Guerrero) Elimination Chamber pelo WWE Championship[5] 32:39
2 Beth Phoenix (c) derrotou Tamina Snuka Luta individual pelo Divas Championship[8] 07:17
3 Daniel Bryan (c) derrotou Big Show, Santino Marella, Wade Barrett, Cody Rhodes e The Great Khali Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship[6] 34:04
4 Jack Swagger (c) (com Vickie Guerrero) derrotou Justin Gabriel (com Hornswoggle) Luta individual pelo United States Championship[7] 03:06
5 John Cena derrotou Kane Luta de ambulância[9] 21:30
(c) – Campeão(s) antes da luta

Entradas e eliminações das Elimination Chambers[editar | editar código-fonte]

Elimination Chamber pelo WWE Championship[editar | editar código-fonte]

Eliminado Lutador Entrada Eliminado por Método da eliminação Tempo
1 R-Truth 4 CM Punk Diving elbow drop 20:02
2 Dolph Ziggler 3 Chris Jericho Codebreaker 22:31
3 Kofi Kingston 1 Chris Jericho Liontamer 26:32
4 Chris Jericho 6[J] CM Punk Incapacitação 28:10
5 The Miz 5 CM Punk Go To Sleep 32:39
Vencedor CM Punk[5] 2

J Chris Jericho ganhou o direito de entrar como último participante na Elimination Chamber ao vencer um Desafio Six-Pack envolvendo todos os outros competidores no Raw de 6 de fevereiro.[14]

Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship[editar | editar código-fonte]

Eliminado Lutador Entrada Eliminado por Método da eliminação Tempo
1 The Great Khali 5 Big Show Spear 19:15
2 Big Show 2 Cody Rhodes Diving elbow drop de Barrett 24:18
3 Cody Rhodes 3 Santino Marella Roll-up 25:00
4 Wade Barrett 1 Santino Marella Diving headbutt de Bryan 30:37
5 Santino Marella 4 Daniel Bryan LeBell Lock 34:04
Vencedor Daniel Bryan[6] 6

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Boone, Matt (18 de janeiro de 2012). PHOTO: WWE Elimination Chamber 2012 Poster! Wrzonline.
  2. OFFICIAL WWE Elimination Chamber theme song is "This Means War" by Nickelback! WWEMusic. Visitado em 1 de fevereiro de 2012.
  3. Elimination Chamber 2012 Pro Wrestling History. Visitado em 2012-05-30.
  4. WWE - Elimination Chamber. Visitado em 21 de dezembro de 2011.
  5. a b c d Herrera, Tom. WWE Champion CM Punk won the Raw Elimination Chamber Match. Visitado em 20 de fevereiro de 2012.
  6. a b c d Giannini, Alex (19 de fevereiro de 2012). World Heavyweight Champion Daniel Bryan won the SmackDown Elimination Chamber Match. Visitado em 20 de fevereiro de 2012.
  7. a b c Burdick, Michael (19 de fevereiro de 2012). United States Champion Jack Swagger def. Justin Gabriel. Visitado em 20 de fevereiro de 2012.
  8. a b c Raymond, Katie. Divas Champion Beth Phoenix def. Tamina Snuka. Visitado em 20 de fevereiro de 2012.
  9. a b c Clapp, John (19 de fevereiro de 2012). John Cena def. Kane (Ambulance Match). Visitado em 20 de fevereiro de 2012.
  10. Johnson, Mike (May 3, 2012). WWE Releases 2012 First Quarter Earnings Report Pwinsider. Visitado em May 5, 2012.
  11. WWE (May 3, 2012). WWE Reports 2012 First Quarter Results. Press release. Página visitada em May 14, 2012.
  12. Live & Televised Entertainment of World Wrestling Entertainment WWE. Visitado em 01-02-2010.
  13. Raw Elimination Chamber Match WWE. Visitado em 30 de janeiro de 2012.
  14. a b c Powers, Kevin (6 de fevereiro de 2012). WWE Raw SuperShow results: Who is "The Best in the World?" WWE. Visitado em 7 de fevereiro de 2012.
  15. Burdick, Michael (3 de fevereiro de 2012). SmackDown results: Wade Barrett feels the sting of The Viper; Mark Henry suspended WWE. Visitado em 4 de fevereiro de 2012.
  16. Melok, Bobby (3 de fevereiro de 2012). SmackDown Elimination Chamber Match WWE. Visitado em 4 de fevereiro de 2012.
  17. Santino to replace Randy Orton in the SmackDown Elimination Chamber Match. Visitado em 15 de fevereiro de 2012.
  18. Passero, Mitch. John Cena vs. Kane (Double Count-out) WWE.
  19. Giannini, Alex (6 de fevereiro de 2012). John Cena vs. Kane (Ambulance Match) WWE. Visitado em 7 de fevereiro de 2012.
  20. Adkins, Greg. What “huge announcement” will Laurinaitis make?. Visitado em 19 de fevereiro de 2012.
  21. McNichol, Rob. Chamber not made for 'Mania The Sun.
  22. a b Good matches but not enough of them at Elimination Chamber Canadian Online Explorer.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]