Eliseu Martins (contabilista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eliseu Martins (2 de junho de 1945) é um professor universitário e contabilista brasileiro.

Eliseu foi um dos principais representantes no país da escola americana de contabilidade, responsável também pela reformulação do currículo do curso de Ciências Contábeis no Brasil durante a década de 1980, em que defendeu a inclusão de disciplinas humanísticas na formação do contador. Compõe a atual diretoria da Comissão de Valores Mobiliários.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Graduado em Contadoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo, apresentou, em 1972, a sua tese de doutoramento, Contribuição à evolução do ativo inatingível, tendo por orientador o professor Sérgio de Iudicibus. Em 1979 publicou a sua tese de livre-docência, intitulada Aspectos do lucro e da alavancagem financeira no Brasil.

Em 1983 publicou trabalho conjunto com Hilário Franco e outros professores durante o "II Congresso Interamericano de Educadores da Área Contabil", denominado Currículo Básico do Contador - orientação técnica versus orientação humanística, em que propôs a inclusão no currículo do curso de disciplinas humanísticas, como complemento à valorização da formação eminentemente técnica. Pouco tempo depois, em 1985, integrou o grupo de estudos instituído pelo Conselho Federal de Contabilidade, responsável por elaborar novo currículo para o curso de Ciências Contábeis, como forma de refletir a opinião da sociedade a respeito da profissão de contador[2] .

Foi diretor da Comissão de Valores Mobiliários, autarquia do Ministério da Fazenda do Brasil, no período entre 1985 e 1988. Também atuou como diretor do Banco Central do Brasil e foi representante deste país junto à Organização das Nações Unidas para assuntos de contabilidade e divulgação de informações[3] .

Atualmente, exerce o cargo de professor titular do Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. Em 2008 voltou a ser indicado para compor a diretoria da Comissão de Valores Mobiliários[4] . Também atua como parecerista, consultor e palestrante da área contábil, integrando conselhos administrativos e fiscais de empresas públicas e privadas.

Obras[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Organograma CVM. Comissão de Valores Mobiliários. Página visitada em 24 de janeiro de 2009.
  2. Ribeiro da Silva, Antonio C. & Moura, Herval Silva. Retrospectiva histórica do ensino superior de contabilidade no Brasil (PDF). Nosso Contador. Página visitada em 24 de janeiro de 2009.
  3. Professor Eliseu Martins dá palestra na FINDES (PDF). FUCAPE. Página visitada em 24 de janeiro de 2009.
  4. Batista, Henrique Gomes. Eliseu Martins e Otávio Yazbek são indicados para compor diretoria da CVM. )O Globo. Página visitada em 24 de janeiro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]