Elle était si jolie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
França "Elle était si jolie"
Festival Eurovisão da Canção 1963
Artista(s) Alain Barrière
Compositor(s) Alain Barrière
Letrista(s) Alain Barrière
Resultado da Semifinal ------
Pontos da Semifinal ------
Resultado da Final 5.º
Pontos da Final 25
Actuações Cronológicas
◄ Un premier amour (1962)   
Le chant de Mallory (1964) ►

"Elle était si jolie" (em português: "Ela era tão bonita") foi a canção que representou a França no Festival Eurovisão da Canção 1963 que teve lugar em Londres, em 23 de março de 1963.

A canção foi interpretada em francês por Alain Barrière. Foi a décima-primeira canção a ser interpretada na noite do festival, a seguir à canção da Suíça "T'en va pas", cantada por Esther Ofarim e antes da canção da Espanha "Algo prodigioso", interpretada por José Guadiola. Terminou a competição em quinto lugar, tendo recebido um total de 25 pontos. No ano seguinte, em 1964, a França foi representada com o tema "Le chant de Mallory", interpretada por Rachel.

Autores[editar | editar código-fonte]

AUTORES
Letrista: Alain Barrière, A. Migiani
Compositor: Alain Barrière, A. Migiani
Orquestrador: Franck Pourcel

Letra[editar | editar código-fonte]

A canção é uma balada, com Barrière rememorando uma rapariga que ele conheeu e como ela era bonita . Sua beleza era tanta que , aparentemente, ele não poderia amá-la.

Versões[editar | editar código-fonte]

Barriêre também gravou esta canção em língua italiana e em alemão e uma nova versão em francês.

Outras versões
* "Era troppo carina" (italiano
* "Du gingst fort ohne Abschied" (alemão
*nova versão (francês) [2:56]

Versões de outros cantores[editar | editar código-fonte]

Dragan Stojnic , uma cantora sérvia lançou um versão cover da canção em 1965 com letra em língua sérvia , intitulado " Bila je tako lijepa ". A versão foi mais tarde regravada pelo Pekinška Pätkä .

  • A banda croata lançou uma versâo cover da canção, principalmente baseando-se na versão Pätkä Pekinška.
  • A banda de rock punk alemã Autozynik gravou uma versão cover da versão Pätkä Pekinška em 2000-[1] .

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.