Elliott Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elliott Smith
Elliott Smith.jpg
Elliot Smith
Informação geral
Nome completo Steven Paul Smith
Nascimento 6 de agosto, 1969
Origem Omaha, Nebraska
País  Estados Unidos
Data de morte 21 de outubro de 2003 (34 anos)
Gênero(s) Lo-fi, indie rock, indie folk
Instrumento(s) Violão, Piano, Clarinete, Baixo, Bateria
Período em atividade 1993 - 2003
Gravadora(s) Virgin
Cavity Search
Kill Rock Stars
Suicide Squeeze
DreamWorks
Anti
Epitaph Records
Afiliação(ões) Heatmiser, Quasi, Mary Lou Lord, Pete Krebs, Jon Brion
Página oficial Site Oficial

Steven Paul Smith (Omaha, Nebraska, 6 de Agosto de 1969 - 21 de outubro, 2003, Los Angeles, California), mais conhecido como Elliott Smith, era um cantor e músico norte-americano, nascido em Omaha, Nebraska, mas viveu grande parte da sua vida em Portland, Oregon, onde ganhou popularidade. Seu principal instrumento era o violão, mas também tocava piano, clarinete, baixo, gaita e bateria.

Depois de tocar na banda Heatmiser por alguns anos, ele começou sua carreira solo em 1994 com lançamentos pela gravadora independente Cavity Search e Kill Rock Stars. Em 1997 ele assinou um contrato com a DreamWorks Records, a qual ele gravou 2 álbuns. Ele ficou famoso após sua canção "Miss Misery", incluída na trilha sonora do filme Good Will Hunting, ser indicada para o oscar como melhor canção em 1997.

Smith batalhou contra a depressão, alcoolismo e vício em drogas por anos, sendo estes relatados algumas vezes em suas canções. É conhecido inclusive por suas composições mais melancólicas, abordando temas sobre a solidão, desespero e alienação social.

Ele faleceu aos 34 anos, em Los Angeles, Califórnia, com 2 facadas no peito, sendo a autópsia inconclusiva sobre se foi ou não suicídio. Nessa época, ele estava trabalhando em seu sexto disco, From A Basement on the Hill, que foi lançado postumamente em 19 de Outubro de 2004.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Elliott Smith nasceu no Hospital Clarkson em Omaha,Nebraska. Sua mãe, Bunny Welch, foi uma professora de música e seu pai, Gary Smith, era um estudante da universidade de Nebraska. Seus pais se separam um ano depois, e Smith foi com sua mãe para Duncanville, Texas (muito tempo depois Elliott fez uma tatuagem do mapa do Texas em seu braço).

Elliott enfrentou uma difícil infância e teve um relacionamento turbulento com seu padrasto Charlie, sendo ele citado em músicas como "No Confidence Man" e "Flowers for Charlie".

Aos 9 anos, Elliott começou a tocar piano, e aos 10 já estava aprendendo a tocar violão. Com 14 anos, saiu do Texas para Portland, Oregon, viver com seu pai, que trabalhava como psiquiatra. Foi nessa época que Elliott começou a ter contato com o álcool e as drogas. Durante o término da sua formação escolar, começou a tocar clarinete e guitarra, e cantou em bandas como "Strange Than Fiction", "A Murder of Crows" e "The Greenhouse". Terminou seus estudos na "Lincoln High School", e nessa época, passou a ser chamado de "Elliott".

Smith se formou em filosofia e ciências políticas, pela Hampshire College, em Amherst, Massachusetts, no ano de 1991. Depois de formado, Elliott trabalhou numa padaria, de volta a Portland.

Ao voltar à sua cidade, formou uma banda, chamanda Heatmiser, com Neil Gust, Tony Lash e Brandt Peterson, que em 1994, seria substituído por Sam Coomes, futuro integrante da banda Quasi. Seu som foi comparado com o do Fugazi e outras bandas de punk e grunge. A banda acabou em 1995, após lançar dois álbuns e um EP, pela Lisa Fancher’s Frontier Records, mas antes, Frontier assinou uma licença para contrato da banda com a reconhecida Virgin Records, para lançar seu último disco, Mic City Sons.

Em 1994, lançou seu primeiro álbum em carreira solo, Roman Candle. Graças a sua namorada que na época, o convenceu a mostrar seu tape para a Cavity Search Records, mostrando um trabalho muito diferente do que havia apresentado na então banda Heatmiser. Era um disco notavelmente acústico, e apesar da gravação lo-fi, surpreendeu, com 9 faixas, sendo a última, "Kiwi Maddog 20/20" a única instrumental.

Em 1995, lança o então disco Elliott Smith, que levava no título seu nome, pela gravadora Kill Rock Stars. Gravado de maneira similar ao Roman Candle, foi gravado também maioritariamente por Elliott sozinho. A maioria das canções falam sobre temas recorrentes a vida do cantor, especialmente drogas e bebidas, dando uma reputação "obscura" ao cantor. Em 1996, grava um curta-metragem: Lucky Three: An Elliott Smith Portrait, disponível no Youtube.

Em 1997, foi a vez dele lançar Either/Or. Mais bem produzido que os outros dois primeiros, o álbum não perdeu a característica lo-fi e grande parte do repertório virou hit entre seus fãs. Menos pesado, atmosfericamente e liricamente que o antecessor Elliott Smith, o álbum teve repercussão considerável. Músicas como "Say Yes" entraram na trilha sonora do premiado O gênio Indomável.

Após o Oscar, ficou bastante conhecido e saiu pela grande gravadora Dreamworks, gravando o disco XO. Em uma grande gravadora, Elliott se dedicou e trabalhou com diversos instrumentos novos, inclusive o saxofone, vistos em músicas como "A Question Mark". O álbum assustou os fãs e até hoje tem uma reputação ruim entre os fãs mais "puristas" do cantor. Bem instrumentado e produzido, as letras estavam mais brandas, apesar do pessimismo e críticas que podem ser notadas ao longo das letras, falando dos abusos do seu padastro na canção "Waltz #2". O disco vendeu 400.000 cópias, e foi nessa época que ele começou a fazer grandes turnês e percorrer os Estados Unidos.

Em 2000, gravou o disco Figure 8, lançado em abril deste ano, cuja capa ilustrou seu famoso memorial, localizado em Los Angeles, onde seus fãs fazem diversas homenagens. O álbum seguiu a linha do seu antecessor, pela sofisticação da produção. Nesse disco, foi lançado o clipe de "Son of Sam", o último de sua carreira. Outras músicas se destacaram, tais como "Happiness" e "Can't Make a Sound", essa última considerada como uma das grandes composições do cantor.

No período 2001-2002, Elliott voltou a dar sinais de um retorno no abuso de álcool e drogas, gastando até R$1.500 reais por dia com drogas como heroína e crack, falando frequentemente sobre suicídio e overdoses, com sinais psiquiátricos graves, como paranóia. Em 2001, sua música "Needle In The Hay" entrou na trilha sonora do filme The Royal Tenenbaums em uma cena de suicídio.

Cerimônia do Oscar[editar | editar código-fonte]

Elliott Smith compôs a música Miss Misery, para o filme de Gus Van Sant, Good Will Hunting (O Gênio Indomável, O Bom Rebelde). Miss Misery concorreu ao Oscar de 1997 para Melhor Canção, junto com My Heart Will Go On, interpretada por Celine Dion, trilha do filme Titanic, a maior expectativa da premiação.

Apesar de não ter levado o prêmio, Smith, em seu terno branco e com seu violão, fez bonito, levando-o a sair do anonimato e a assinar um contrato com a gravadora Dreamworks.

A trilha sonora de O Gênio Indomável também inclui outras composições do cantor, como Between the Bars, No Name #3, Angeles e Say Yes (canção que recentemente fez parte do filme American Pie: The Book Of Love).

Morte[editar | editar código-fonte]

Smith morreu no dia 21 de outubro de 2003, no seu apartamento, em Los Angeles, aos 34 anos. Ele foi encontrado por sua namorada, Jennifer Chiba, com duas facadas em seu peito. Ela afirmou que os dois discutiam, quando ela se trancou no banheiro. Chiba ouviu o grito de Smith e ao abrir a porta, o encontrou com uma faca em seu peito. Ela tirou a faca de seu peito e chamou a ambulância. Smith morreu no hospital, às 1:36PM. Sua morte ainda gera polêmica, pois foi registrada como suicídio, porém a necropsia deixou em aberto a opção de um homicídio.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Data de Lançamento Álbum Gravadora
14 de Julho 1994 Roman Candle Cavity Search Records
Domino Records
21 de Julho 1995 Elliott Smith Kill Rock Stars
25 de Fevereiro 1997 Either/Or Kill Rock Stars
25 de Agosto 1998 XO DreamWorks
18 de Abril 2000 Figure 8 DreamWorks
19 de Outubro 2004 From a Basement on the Hill ANTI-Records
Domino Records
Primavera de 2007 New Moon Kill Rock Stars
Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.