Embaixadores do Rei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{spam}}, regra n° 6 da eliminação rápida.

Os Embaixadores do Rei é uma organização missionária das Igrejas Batistas que trabalha com meninos da faixa de 09 a os 17 anos de idade. Tem como objetivo o desenvolvimento físico, moral e espiritual.

No Brasil, a organização existe desde 1948, quando foi criada a primeira "embaixada", na Primeira Igreja Batista da Tijuca, no Rio de Janeiro, pelo missionário batista estadunidense William Alvin Hatton. Hoje a organização é coordenada pelo Departamento Nacional de Embaixadores do Rei (DENAER), e filiada à União de Homens Batistas do Brasil, uma entidade (Junta) da Convenção Batista Brasileira.

História[editar | editar código-fonte]

Tudo começou em 1883, quando um grupo de garotos cristãos na cidade de Owesboro, Kentucky, nos EUA costumava se reunir para orar pelos missionários. Pensando em missões, o grupo resolveu custear as despesas de uma estudante na escola dirigida pela missionária Lottie Moon, em Tengchow, na China.

Estes garotos, porém, não tinham uma liderança organizada, então em 1907 a União Feminina Missionária da Convenção Batista do Sul dos Estados Unidos montou um comitê de Trabalho Missionário para meninos. Fannie Exile Scudder Heck, presidente da UFMB da Convenção Batista do Sul dos EUA foi a primeira líder deste Comitê formado em prol desta organização que se formara. Elizabeth Briggs, outra componente do comitê, participou de uma conferência para os jovens onde ouviu por eles uma canção chamada “The King’s Business” (hoje no Hinário dos E.R. conhecido como Mensagem Real), que fala sobre embaixadores cristãos. Por isso ela sugeriu para a organização o nome “Embaixadores” onde a Senhora Heck acrescentou o “do Rei”.

Na 20ª Reunião anual da União Feminina da Convenção Batista do Sul dos EUA em Maio de 1908, os membros desta União votaram para patrocinar um organização missionária para rapazes e garotos de 9 a 17 anos cujo nome era Embaixadores do Rei. Dali uma componente daquela reunião, adquiriu o objetivo de formar a primeira embaixada na Primeira Igreja Batista em Goldsboro, Carolina do Norte.

A partir daquele momento, pela dedicação e trabalho de seus líderes, muitas novas embaixadas foram formadas e o crescimentos numérico foi significativo e com esse nome a organização está presente em todos os continentes.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Com um século de existência da Organização Embaixadores do Rei, metade deste tempo ela está presente no Brasil. Palavras proferidas por J. Ivyloy Bishop líder Nacional de E.R. nos EUA: “Alvin, não deve existir um campo missionário no mundo maior e mais maduro que no Brasil. E meninos… tem milhares. Os Batistas brasileiros estão precisando de Embaixadores do Rei e pelo menos alguns missionários e pastores mostraram bastante interesse nesse trabalho."

Dos EUA o Pastor e Missionário William Alvin Hatton e o próprio Bishop pensaram juntos sobre a idéia. Oito meses depois dessa conversa, precisamente em 04 de março de 1948 o Pr. Alvin Hatton e sua esposa D. Katie viajaram de Arkansas para Nova York e de lá embarcaram para o Brasil e depois de dezesseis dias de viagem desembarcaram no Rio de Janeiro. Após sua chegada passaram dois meses em uma comissão para discutir o trabalho, traduzir e adaptar os materiais para um manual simples. Em julho já havias cópias do material mimeografadas. A Missão Batista apoiou a proposta da Miss. Minni Landrum (membro da comissão) pedindo Us$ 5.000.00 a Junta de Richmond para começar os trabalhos.

Em Agosto daquele mesmo ano (1948) houve a primeira reunião dos E.R. na Primeira Igreja Batista da Tijuca, no Rio de Janeiro. Alvin Hatton foi o pastor aprovado para conduzir o trabalho dos E.R. no Brasil. Em 1949 já com as cópias dos manuais prontos, foi realizado o primeiro culto de reconhecimento de postos na Primeira Igreja Batista da Tijuca e também em Itacuruçá.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.