Emerson Nunes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emerson Nunes
Emerson Nunes
Emerson na reserva do Botafogo ao fim de 2009.
Informações pessoais
Nome completo Emerson Pereira Nunes
Data de nasc. 21 de março de 1982 (32 anos)
Local de nasc. Belo Horizonte (MG),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,79 m
Apelido Coração de Leão[1]
Informações profissionais
Período em atividade Como Jogador: 2002-2011 (9 anos)
Como Treinador: 2014-presente
Clube atual Brasil Avaí
Posição Auxiliar-Técnico (ex-zagueiro)
Clubes de juventude
19942002 Brasil Cruzeiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
2002
2003
20032007
2007
2008
20082009
2009-2010
20102011
Brasil Cruzeiro
Brasil Sergipe (emp.)
Brasil América Mineiro (emp.)
Portugal Nacional da Madeira
Brasil Cruzeiro
Brasil Ipatinga (emp.)
Brasil Botafogo
Brasil Avaí

00060 000(1)
00056 000(1)
00019 000(0)

00049 000(1)
00062 000(1)
Times que treinou
2012
2013
2014
Brasil Avaí (Auxiliar)
Brasil Avaí (Interino)
Brasil Avaí
0015 (8V, 3E, 4D)

0006 (1V, 1E, 4D)
Última atualização: 14 de fevereiro de 2014

Emerson Pereira Nunes, mais conhecido como Emerson Nunes (Belo Horizonte, 21 de março de 1982) foi um futebolista brasileiro que atuava como zagueiro. Atualmente, é auxiliar técnico do Avaí.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Emerson foi revelado pelo Cruzeiro. Passou pelo Nacional, de Portugal.

Voltou ao Brasil para jogar novamente no Cruzeiro Esporte Clube, onde chegou até a ser capitão. Em 2008, defendeu o Ipatinga Futebol Clube, por empréstimo, no Campeonato Mineiro.

Em agosto acertou transferência para o Botafogo, a pedido do treinador Ney Franco[2] . Embora tenha começado sua trajetória no time carioca na reserva, aos poucos foi obtendo espaço. Passou a ser titular na temporada de 2009. Todavia, o jogador teve sua imagem prejudicada por ter, acidentalmente, feito dois gols contras em duas partidas de final seguida, da Taça Rio e na primeira decisão do Carioca, ambos contra o Flamengo. Ao longo da temporada, o zagueiro conseguiu atuar com certa continuidade, porém ao término de seu contrato com o Botafogo, o então técnico Estevam Soares deixou claro que Émerson não tinha mais espaço em General Severiano. Assim, desligado do clube alvinegro, o jogador foi contratado pelo Avaí em 2010[3] . No clube catarinense teve boas atuações e chegou a ser Campeão Estadual em 2010. Após a chegada do técnico Alexandre Gallo, Emerson perdeu espaço no elenco principal e, no dia 21 de junho de 2011, foi dispensado pelo clube.[4]

Ainda em Florianópolis e treinando pelo no Avaí mas em separado do elenco principal, Emerson Nunes descobriu um problema cardíaco. Dias depois, mais precisamente em 5 de agosto de 2011, Emerson foi submetido a um procedimento cirúrgico para a colocação de um stent, com o intúito de desobstruir uma artéria. A recuperação do atleta está sendo acompanhada, inclusive pelos profissionais do Avaí, para saber se ele poderá voltar a atuar como atleta profissional.[5] Ainda no mês de outubro de 2011, Emerson Nunes anunciou que poderá continuar sua carreira de jogador profissional, mas somente no ano de 2012.[6] Só que as coisas não aconteceram como o esperado pelo jogador. No dia 15 de fevereiro de 2012, Emerson Nunes anuncia que encerraria a sua carreira. A explicação é que ainda existia um pequeno risco caso entrasse em campo novamente profissionalmente.[7]

Após o anúncio do término da carreira de jogador, foi anunciado que Emerson imediatamente iniciaria como auxiliar técnico do Avaí ao lado do então treinador Mauro Ovelha.[8] Mas Mauro não teve vida longa a frente do time e, após alguns jogos, foi dispensado pelo clube.[9] Mas Emerson continuou como auxiliar, desta vez, ao lado de Hemerson Maria, que até então era treinador das categorias de base do Avaí. Os dois seguiram até o final do campeonato vencendo o maior rival Figueirense nos dois jogos da final, sagrando-se Campeão Catarinense.[10]

Para o ano de 2014, Emerson Nunes inicia a sua trajetória como treinador. No dia 18 de dezembro de 2013, o Avaí o anuncia como o técnico principal da equipe para a temporada.[11]

Evidentemente, com a falta de experiência, Emerson Nunes não conseguiu ter sucesso no cargo de treinador do Avaí, no clube instalava-se uma das piores crises de sua história, com salários atrasados e muita dúvida. Após uma má campanha no Campeonato Catarinense, Nunes ficou muito balançado no cargo. A gota d'água foi a derrota para o Brusque por 2x0 na Ressacada, na antecipação da 7ª rodada, após a derrota o Avaí perdeu todas as chances de ser campeão do título catarinense em 2014.[12] No seu lugar foi anunciado o também ex-zagueiro do Avaí, Paulo Turra.[13]

Após ser demitido do cargo de Treinador principal, o Avaí ofereceu a Emerson sua antiga função, a de auxiliar técnico, o mesmo aceitou e continuou no Avaí.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Avaí

Treinador[editar | editar código-fonte]

Avaí (Auxiliar)

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Última atualização: 5 de maio de 2011.

Clube Ano Jogos Gols
Brasil Avaí 2010 40 1
Brasil Avaí 2011 22 0

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Hemerson Maria
Técnico do Avaí
2014
Sucedido por
Paulo Turra
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.