Emma Bunton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde julho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Emma Bunton
Informação geral
Nome completo Emma Lee Bunton
Também conhecido(a) como Miss Bunton, Baby
Nascimento 21 de janeiro de 1976 (38 anos)
Origem Londres
País  Reino Unido
Gênero(s) Pop, dance, soul
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1994—presente
Outras ocupações Atriz, compositora, apresentadora, empresária e modelo
Gravadora(s) Virgin (1999-2001)
Universal (2003-2007)
Afiliação(ões) Spice Girls, Tin Tin Out
Influência(s) Petula Clark, Janis Joplin, Whitney Houston, Madonna, Bananarama
Página oficial emmabuntonofficial.com

Emma Bunton (Londres, 21 de janeiro de 1976) é uma cantora, apresentadora de televisão e atriz britânica. Ficou conhecida mundialmente ao integrar o grupo pop Spice Girls de 1995 a 2001, lançando-se posteriormente em carreira solo.

Seu primeiro álbum, A Girl Like Me, lançado em 2001, trouxe músicas pop dançantes e envolventes baladas. O álbum foi um grande sucesso de vendas, principalmente no Brasil, com destaque para os singles "What I Am" e "What Took You So Long". Esse em questão permaneceu por semanas no topo das principais paradas musicais do mundo, sendo até hoje o single mais vendido da carreira da cantora.[1]

Seu segundo álbum, Free Me, foi lançado em 2004, trazendo elementos de bossa nova e soul, com faixas como "Free Me", "Maybe" (seu maior sucesso) e "Crickets Sing For Anamaria". O álbum recebeu boas críticas, sendo citado como "o melhor álbum de uma ex-Spice Girls" e como um dos 50 melhores álbuns de Bossa Nova de todos os tempos pelo jornal The Daily Telegraph.[carece de fontes?]

Life in Mono foi o terceiro álbum da cantora, lançado em 2006, com regravações sessentistas e elementos de soul e blues; entre suas faixas estava "Downtown", recorde de vendas digitais e canção-tema da campanha de arrecadação de fundos para crianças carentes, Children in Need.[2] Um ano mais tarde, em 2007 nasce seu primeiro filho, Beau. Em 2009 a cantora ganha dois programas na Heart Radio e é convidada para ser jurado do Dancing on Ice

Em 2010 Emma investiu na carreira de apresentadora de televisão, se tornando jurada do programa Dancing On Ice, da rede britânica ITV, além dos programas Don't Stop Believing, do canal britânico Five, e no GMTV, onde entrevistou outras celebridades como Tom Cruise e Will.i.am, do Black Eyed Peas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Emma Lee Bunton nasceu em 21 de janeiro de 1976, em Finchley e cresceu em Woodside Park, ambos bairros ao norte de Londres. Filha de Pauline Lee, instrutora de karate, e Trevor Bunton, pastor, tendo apenas um irmão mais novo, Paul James Lee Bunton.

Aos onze anos, quando estudava na Escola Primária de Santa Tereza, em Finchley. seus pais se divorciaram, porém ela e seu irmão permaneceram com sua mãe. Nessa época Emma já começava a se interessar pelas artes e acabou por ser modelo. Aos 16 anos, Emma começou a estudar teatro, especialmente drama, no Barnet Technical College. Durante um período também estudou no Sylvia Young Theatre School, em Marylebone, onde foi aluna de Pepi Lemmer.

Em 1993 Emma fez seus primeiros papéis na televisão para as séries The Police e The Bill, a última em questão onde representou Bianca, e também na novela EastEnders apresentada pela maior emissora de televisão em nível mundial, a BBC.

Ao mesmo tempo Emma fazia aulas de piano e não desistiu do sonho de se tornar uma grande cantora. O que Emma não esperava é que sua grande oportunidade surgiria um ano depois.

Carreira com as Spice Girls[editar | editar código-fonte]

Em 1995 Emma recebe um telefonema de sua ex-professora de canto, Pepi Lemer, pela sugestão de sua amiga Victoria Adams, para integrar o quinto elemento de um grupo pop feminino, ocupando o lugar de Michelle Stephenson. A cantora aceita o convite ao lado de Victoria Adams, Geri Halliwell, Melanie Brown e Melanie C para formar assim o grupo Touch.

Insatisfeitas com os empresários exploradores, as cinco garotas largam os produtores e vão morar em um suburbio de Londres onde compuseram novas músicas e criaram suas próprias coreografias. Em uma sessão de ginástica surgiu o nome de "Spice" para o grupo, porém como já existia um rapper com esse nome convencionaram-lhes acrescentar o "Girls" para formar assim as Spice Girls.

Com um novo produtor, Simon Fuller, em 1996, as Spice Girls lançaram o primeiro single, "Wannabe", que se tornou sucesso mundial, chegando ao #1 nas paradas de mais de 36 países, sendo o single de estreia de uma banda feminina com melhor desempenho.

O primeiro álbum, Spice trouxe mais 4 singles, todos no primeiro lugar absoluto. Já em 1997 veio o segundo álbum, Spice World, com três de seus quatro singles no topo das rádios, consolidando o sucesso, e ainda um filme, que levava o mesmo nome do segundo álbum. Em 31 de maio de 1998, Geri Halliwell anunca sua saída do grupo, declarando divergencia de opiniões. No mesmo ano as Spice Girls gravaram sua primeira música como um quarteto, Goodbye.

Depois de quase dois anos sem lançar nenhum single, em 2000 as Spice Girls lançam seu terceiro álbum, Forever, e mais dois singles. Logo após, as Spice Girls anunciaram sua parada como um grupo, dando mais atenção para suas carreira solo distintas.

No grupo, Emma ficou conhecida por sua simplicidade. A cantora era a que levava a vida com hábitos quase que de pessoa “normal”, sem expor-se aos tablóides, sendo muito reservada em relação à imprensa. Talvez por isso era freqüentemente escolhida como a mais meiga dentre os fãs e era fácil ver a cantora passeando por lugares comuns, como qualquer outra garota de 20 anos. A cantora foi a única que sempre manteve contato com todas as outras quatro ex-companheiras, inclusive no período em que o grupo se desfez e gerou-se um mal estrar entre as outras garotas.

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

1999-2002[editar | editar código-fonte]

Em 1999 a cantora teve seu próprio programa de TV, pela emissora VH1. No programa, chamado Emma, a cantora apresentava os dez clipes mais pedidos da semana e comentava sobre o que estava acontecendo de novo no mundo da música. O programa teve pouco tempo de vida, devido aos compromissos da cantora com o terceiro álbum junto as Spice Girls em 2000 e a produção de seu primeiro álbum.

Em 13 de novembro de 1999 Emma aceita o convite da banda Tin Tin Out para gravar o single "What I Am", seu primeiro trabalho solo. O single entrou direto para o segundo lugar nas rádios, ficando atrás de sua ex-companheira Geri Halliwell com o single "Lift Me Up", por apenas 330 cópias a mais vendida. O single ainda marcou boas posições, chegando ao décimo quarto lugar na Irlanda[3] e ao quinto no Brasil.[4] Já em 2000 a cantora voltou à emissora VH1 para apresentar uma série de programas para um especial de fim de ano com o melhor dos anos 90 no mundo da música.

Em 2 de abril de 2001 Emma lança seu segundo single, "What Took You So Long?", trazendo uma mistura de pop e country. Em sua primeira semana o single vendeu 76.000 cópias, e um total de 250.000 só no Reino Unido e 2.000.000 mundialmente, tornando-se um grande sucesso da cantora, chegando ao primeiro lugar no Reino Unido,[5] Brasil, Nova Zelândia,[6] México, dentre outros países. O b-side do single, "(Hey You) Free Up Your Mind" que contou com participação da cantora Melanie C com backing-vocals ficou mundialmente conhecido ao se tornar tema do filme Pokémon.[5]

O primeiro álbum, A Girl Like Me, foi lançado em 16 de Abril de 2001 pela EMI. O álbum obteve uma vendagem de 23.000 cópias apenas na primeira semana, apenas no Reino Unido - o melhor desempenho de um álbum de uma ex-Spice Girls na primeira semana lançado. A Girl Like Me vendeu ao todo 125.000 cópias no Reino Unido e em torno de 700.000 em todo o mundo, sendo o 47º best-seller do ano de 2001.[1] [7]

O terceiro single "Take My Breath Away" foi lançado em 27 de agosto de 2001 e alcançou o segundo lugar no Reino Unido e foi o segundo single a calcançar o primeiro lugar no Brasil.[6] O single foi a primeira canção romântica da cantora e obteve um total de vendas de 86.007 cópias.[6] [8] Ainda em 10 de dezembro de 2001 o quarto single We're Not Gonna Sleep Tonight é lançado. Porém o single não realizou grandes êxitos, vendendo apenas 34.892 cópias no Reino Unido e estacionando na vigésima posição no Reino Unido, e na décima quarta no Brasil, além de chegar à vigésima primeira no México.[6]

A faixa título, "A Girl Like Me", seria lançada como quinto single do álbum. Porém com o baixo desempenho de "We're Not Gonna Sleep Tonight" nas rádios, o lançamento foi cancelado, e a música liberada para as rádios como um single promocional, o último trabalho realizado no álbum. A faixa, que já era apresentada nos shows da cantora como um pré lançamento, ganhou uma edição ao vivo de seu vídeo.[9]

Insatisfeita com seu primeiro álbum solo, Emma estava disposta à trabalhar em um estilo diferente do que estava realizando, porém a gravadora Virgin Records e a EMI insistiram que a cantora continuasse trabalhando com Pop. Recusando o pedido, a cantora é dispensada pela gravadora, descontente com seu trabalho. Porém uma das maiores gravadoras mundiais, a Universal Music, se interessa pelo novo trabalho de Emma Bunton e assina contrato com a cantora.[9]

2003-2005[editar | editar código-fonte]

Em 26 de maio de 2003 Emma volta às rádios com o novo single "Free me", quase dez meses antes do lançamento do álbum, e trazia uma sonoridade totalmente diferente dos trabalhos anteriores da cantora. O single, trabalhado em Bossa Nova, chegou à posição de número três nas paradas, mostrando que Emma era mais que apenas uma ex-Spice Girl. Só na primeira semana o single vendeu 55.550 exemplares no Reino Unido. O vídeo da música foi todo gravado no Rio de Janeiro, Brasil, o que ocasionou uma apresentação da cantora no país.

Cquote1.svg Eu comecei a vestir-se como um Bond Girl neste vídeo, que foi muito divertido, e foi ótimo trabalhar com o diretor Tim Royes. Nós gravamos este vídeo no Rio de Janeiro, apenas após o carnaval houve algum lugar, de forma que ele foi nada mais que perfeito. Cquote2.svg
Emma Bunton, sobre o single Free Me

Em 13 de outubro de 2003 o segundo single, "Maybe", conquistou um sexto lugar e logo subiu para o primeiro. O single foi o maior êxito da carreira de Emma Bunton, permaecendo por semanas nas rádios e totalizando as vendas de 77.852 exemplares no Reino Unido e em torno de 2.000.000 em todo mundo. O vídeo mostra Emma dançando entre bailarinhos, sexy porém segura, em sua melhor fase como cantora, esbanjando seu evidente amadurecimento.

Cquote1.svg O 'ba da das' nesta canção são realmente inspirado na música daqueles filmes pornô alemão que o escritor, Yak Bondy, sugeriu-me, não o cinema, mas a música. Ela só tinha esse tipo de sonoridade cativante, por isso pensei: Sim, eu vou ter isso. Cquote2.svg
Emma Bunton, sobre o single Maybe

Em 9 de fevereiro de 2004, Free Me é lançado, sendo uma libertação da cantora da imagem de ex-Spice Girl, excursionando por uma sonoridade retrô e investindo nos elementos sessentistas com arranjos surpreendentes ao som de violinos e piano, trazendo envolventes faixas de Bossa Nova e um toque sofisticado de Samba.

O álbum foi, em grande parte produzida por Mike Peden e Yak Bondy, que já produziu faixas para S Club 7 e Lucie Silvas para nomear alguns. Outras contribuições no álbum foram cortesia de Cathy Dennis, Henry Binns e Luis Fonsi, sendo que das onze canções presentes no álbum todas foram de autoria de Emma Bunton em parceria, apenas uma faixa não pertence à cantora. A canção, que originalmente se chama "Os Grilos", foi escrita e gravada pelo brasileiro Marcos Valle em 1968 e agradou aos ouvidos de Emma Bunton em uma de suas visítas ao Brasil, que decidiu gravar uma versão inglesa, chamada de "Crickets Sing For Anamaria", um dos single de Free Me.

Free Me passou mais de doze semanas entre os dez álbuns mais vendidos, sendo que só em sua primeira semana foram 150.000 cópias vendias apenas no Reino Unido.

O single "I'll Be There" é lançado em 10 de janeiro de 2006, porém sem grande divulgação emplacou uma sétima posição nas paradas das rádios, vendendo apenas 40.000 cópias no Reino Unido.

Em 31 de maio de 2004 é lançado o último single do álbum, "Crickets Sing For Anamaria". A música que originalmente se chama "Os Grilos" foi escrita e gravada pelo brasileiro Marcos Valle em 1968 e agradou aos ouvidos de Emma Bunton em uma de suas visítas ao Brasil, que decidiu gravar uma versão inglesa, chamando-a de Crickets Sing For Anamaria. Porém o single alcançou apenas a décima quinta posição, sendo o single de posição mais baixa desde We're Not Gonna Sleep Tonight. Sua vendagem total ficou em torno de 27.000 cópias, apenas.

Cquote1.svg Eu fiquei pensando toda hora nesta faixa do álbum quando eu estava filmando o vídeo de "Free Me" - e foi um presente, em primeiro lugar, e foi com certeza o trabalho que eu mais gostei, (…) eu adoro a faixa. É uma canção perfeita para o verão. Cquote2.svg
Emma Bunton, sobre o single Crickets Sing For Anamaria

O sucesso de "Free Me" e o amadurecimento de Emma Bunton, foi aclamado pela crítica que classificou o álbum como "o melhor álbum de uma ex-Spice Girl"

A revista Q públicou sobre Free Me que "o álbum tem charme, graça e é divertido". Já segundo o jornal The Daily Telegraph, o álbum "é ótimo, dá vontade de ficar boiando numa piscina bebendo Dry Martinis". A revista Marie Claire disse que ele "Mistura bossa nova com trilha de James Bond" e que "Emma lembra uma sedutora Brigitte Bardot".

Em 2005 a cantora participou de alguns filmes como Pyaar Mein Twist e Chocolate, em Bollywood, a segunda maior produtora cinematográfica mundial, na Índia.

2005-2007[editar | editar código-fonte]

Já em 2006 Emma foi convidada a participar de uma das edições do programa da BBC, Strictly Come Dancing. O sucesso com o público foi tanto que a cantora permaneceu par várias semanas dando show com suas coreografias. Emma foi a última mulher a ser eliminada e ficou em terceiro lugar na disputa.

Ainda em 2006 Emma participou de alguns episódios da quinta temporada da famosa série inglesa Absolutely Fabulous. Além disso a cantora foi convidada para apresentar os programaas SM:TV Live, T4, e também a ter seu próprio programa de entretenimento e música no VH1, um dos mais completos canais e de maior espaço de música.

Em agosto seu ex-produtor, Simon Fuller, anunciou que ele estava planejando uma sitcom televisiva baseada em Emma Bunton, o que deixou a cantora honrada com a homenagem.

Em 13 de novembro de 2006, Emma Bunton volta para a música e lança o primeiro single de seu novo álbum Life in Mono, a regravação de 1964 da cantora Petula Clark"Downtown". O single foi o tema de 2006 para a campanha beneficiária Children in Need, que ajuda crianças carentes. O single alcançou a posição 3 no Reino Unido, e em alguns países chegou à variar para o primeiro lugar. O single foi o de maior venda de Emma Bunton, e maior númedo de download digital desde "What Took You So Long".

Em 4 de dezembro de 2006, Emma Bunton lança seu terceiro álbum em estúdio, Life in Mono, depois de passar todo ano de 2005 produzindo-o. Life in Mono inicialmente estava previsto para ser lançado em 20 de novembro, porém acabou por ser adiado e lançado apenas em dezembro. Assim como o seu antecessor, Free Me, Life in Mono apresenta sonoridade sessentista. Para o álbum em particular, os arranjos foram inspirados em músicas francesas dos anos 60, com alguns elementos de Britich, 60's e Motown. A faixa título, "Life in Mono", é uma versão da banda Mono, de 1990, mais conhecida por fazer parte da trilha sonora do filme Grandes Eperanças. Já a faixa "Take Me to Another Town" é uma amostra de Herb Alpert, de 1995.

O álbum correspondeu às expectativas apenas pela sonoridade e surpreendeu a crítica pela ousadia. Das 14 músicas, 8 foram escritas por Emma. Infelizmente, o álbum teve pouca promoção após a cantora ter descoberto que estava grávida. Com a gravidez, ela também decidiu dar uma pausa na carreira, depois de lançar o cd e apenas mais um single. Life in Mono estreou nos charts numa desconfortável posição sessenta e cinco, caindo na semana seguinte para setenta e cinco, e na próxima já nem aparecia a tabela de álbuns, obtendo uma vendagem em torno de apenas 70.000 no Reino Unido.

Em 12 de fevereiro de 2007 o segundo single, All I Need to Know, é lançado, vendendo apenas 4.700 cópias e amargurando a posição sessenta e um nas paradas do Reino Unido. O videoclipe da música, dito pela cantora como uma autobiográfica, faz referencias ao filme Cidade dos Anjos, onde a cantora incorpora um anjo que não consegue voltar para o lar, pois suas penas caem. Na época a cantora admitiu o fracasso e relacionou a pouca divulgação do single à sua gravidez. Ainda em 2007, a faixa "Take Me to Another Town" seria lançada como terceiro single da cantora]], porém foi cancelado devido a gravidez e principalmente aos planos de gravar uma coletânea com seu antigo grupo, as Spice Girls, sendo que a canção acabou sendo lançada como um single promocional apenas.

Em 19 de março de 2007 a cantora estrelou um dos episódios de uma das maiores séries australiana, Neighbours, no episódio intitulado "What's a Spice Girl Like You...?".

2007-2008: turnê com as Spice Girls e maternidade[editar | editar código-fonte]

Em 28 de junho de 2007, Emma Bunton aparece com Geri Halliwell, Melanie B, Victoria Beckham e Melanie C Spice Girls andando inesperadamente pelas ruas de Londres anunciando o retorno das Spice Girls depois de 6 anos separadas e 9 sem Geri Halliwell. Em uma coletiva de imprensa em Londres, anunciaram um Greatest Hits e uma turnê mundial. Cerca de 1.000.000 fãs se registraram para comprar ingressos no site do grupo apenas no primeiro dia, o que ocasionou o acrecimo de novas datas para a turnê. Na mesma época o grupo entrou para o Guinness Book, batendo o recorde de ingressos vendidos em menor tempo: foram 38.000 ingressos vendidos em 38 segundos. Em 10 de agosto de 2007 nasce o primeiro filho da cantora, batizado de Beau.

O single "Headlines (Friendship Never Ends)" é lançando em 19 de outubro, sendo tema do Victoria's Secret Fashion Show e do Children in Need de 2007. Em ambas ocasiões as cantoras cantaram, além do novo single, a canção Stop. Já em 14 de novembro é lançado o álbum Greatest Hits, com os maiores sucessos do grupo e duas faixas inéditas. O primeiro single do retorno do grupo chegou ao décimo primeiro lugar, o mais baixo alcançado pelas cantoras, enquanto o álbum alcançou o segundo lugar em vendas. Ainda em novembro, Emma juntamente com as outras Spice Girls protagonizam dois comerciais para a maior rede de supermercados do Reino Unido, a Tesco, para o Natal e para o Ano Novo. Já em 2 de dezembro de 2007 inicia-se a turnê The Return of The Spice Girls, com os maiores sucessos do grupo, em Vancouver, no Canadá.

Na turnê Emma cantou um dos maiores sucessos, "Maybe", estampado por um cenário com listras preto e branco, de onde a cantora surge por uma plataforma no meio do palco. Em em uma das apresentações a cantora caiu do palco e torceu o tornozelo, recuperando-se nos três dias de intervalo entre um show e outro. Em 13 de fevereiro de 2008 a faixa "Voodoo" é lançada apenas na Austrália, porém consegue uma posição apenas na Finlândia, apesar de nenhuma divulgação da faixa. Já em 26 de fevereiro de 2008 a turnê de reencontro chega ao fim depois de três meses de viagem deixando cada uma das integrantes livre para suas carreiras solo novamente, porém Emma pede um tempo à gravadora para dedicar-se ao seu filho, cujo nasceu em meio à turnê e ao qual a cantora não teve um longo tempo junto a ele.

2009-2010: televisão e rádio[editar | editar código-fonte]

Em 2 de abril de 2008 Emma aparece ao lado de Geri Halliwell e outros artistas no vídeo promocional da música "I'm A Believer" para o comercial "American Idol Gives Back", do programa musical American Idol, nos Estados Unidos. O vídeo foi gravado enquanto Emma estava em turnê por Los Angeles.

Em julho de 2008 Emma é convidada para apresentar o programa matutino Richard e Judy da emissora Channel 4, enquanto a apresentadora Judy Finnigan estava em licença por motivos de saúde. Já em setembro a cantora apresenta ao lado do comediante Jimmy Tarbuck o prêmio For One Night Only Awards, transmitido pela emissora TV1. Na ocasião a cantora cantou a canção "Let´s Face The Music And Dance". Em outubro de 2008 Emma participou da programa The X Factor', junto a Dannii Minogue, ajudando a escolher os finalistas do reality show musical.

Em 13 de junho de 2009 Emma é convidada a ser DJ da Heart Radio de Londres ganhando dois programas semanais na estação, onde toca músicas atuais e clássicos, marcado pelo clima de descontração e espontaneidade. A cantora realizou entrevistas com personalidades do mundo da música e cinema como Meryl Streep, Sandra Bullock, Michael Bublé e Mariah Carey, que disse ser admiradora do trabalho da cantora. Ainda em 2009 o produtor Max Martin afirma em uma entrevista que esteve trabalhando com a Emma Bunton em um material musical, porém na mesma época a cantora afirma que não tem planos de gravar novo material por enquanto e no momento pretendia se dedicar a família e seu filho de 3 anos Beau.

Em 2010 Emma é convidada para ser jurada do programa Dancing On Ice da rede britânica ITV. No mesmo ano Emma Bunton apresentou os programas Don't Stop Believing, do canal britânico Five, e esteve na programação matutina do canal GMTV entrevistando outras celebridades como Tom Cruise, Ed Westwick e Sarah Jessica Parker. Em 4 de novembro deste mesmo ano Emma bunton anunciou sua segunda gravidez do seu parceiro de 13 anos Jade Jones em sua pagina oficial.

2011-2012[editar | editar código-fonte]

Em 6 de maio de 2011, ela deu à luz ao seu segundo filho chamado Tate Lee Jones e esta noiva de seu parceiro de longa data, Jade Jones.[carece de fontes?]

Em 2012 Emma lança uma linha infantil de roupas em parceria com a empresa Argos; a coleção traz 99 peças para recém-nascidos e crianças com idade até 10 anos.Neste mesmo ano Emma fez uma participação no filme do comediante britânico Keith Lemon.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Prêmio Indicação Resultado
2001 Melhor Álbum Internacional Hall Da Fama UOL A Girl Like Me Vencedor
2001 Canção do Ano Hall Da Fama UOL "Take My Breath Away" Vencedor
2001 Melhor Álbum Capricho - Melhores o Ano A Girl Like Me Nomeado

Videografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota Episódios
1992 EastEnders[10] Claire Série 1
1993 The Police Bridget Série 1
The Bill Janice Série 1
To Play the King[10] Prostituta Série 1
1994 EastEnders[10] Casey Série 12
2000 Emma Apresentadora Programa
2000 The Norm Show Ela Mesma Série 1
2003 Absolutely Fabulous Ela Mesma Série 1
2007 Strictly Come Dancing Ela Mesma/Participante Concurso de Dança 23
Neighbours Ela Mesma Série 1
2008 Richard e Judy Apresentadora Programa de TV 20
The X Factor Juíza Reality Show Musical 1
2009 Eurovision: Your Country Needs You Juíza Concurso de Dança 1
Let's Dance for Comic Relief Apresentadora Premiação da TV 1
2010 Dancing On Ice Juíza Concurso de Dança no Gelo 12
Dont's Stop Beliving Apresentadora Programa de Talentos 25

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Personagem
1993 Thatcherworld Josie Jenkins
1997 Spice World - The Movie Ela mesma
2001 Yes You Can Pop Angel
2005 Chocolate: Deep Dark Secrets Anna
2005 Pyaar Mein Twist Ela mesma
2009 Ant & Dec's Christmas Show Madrasta malvada

Referências

  1. a b Spice Girls dismiss comeback plan BBC News (2003 fevereiro 13). Visitado em 2008 abril 25. "...her album A Girl Like Me sold poorly and she lost a contract with Virgin Records."
  2. 'All I Need To Know' - Emma Bunton EntertainmentWise.com (31 janeiro 2007). Visitado em 2007 fevereiro 16.
  3. The Irish Charts IRMA. Visitado em 2008 outubro 12.
  4. Chart Stats – Tin Tin Out Featuring Emma Bunton – What I Am Chart Stats. Visitado em 2008 outubro 12.
  5. a b Chart Stats – Emma Bunton – What Took You So Long? Chart Stats. Visitado em 2008 junho 30.
  6. a b c d Emma Bunton – Take My Breath Away – swisscharts.com swisscharts.com. Visitado em 2008 julho 10.
  7. http://pandora.nla.gov.au/pan/23790/20020221-0000/www.aria.com.au/issue591.PDF
  8. Chart Stats – Emma Bunton – Take My Breath Away Chart Stats. Visitado em 2008 julho 10.
  9. a b Musicline.de - Chartverfolgung - Bunton,Emma - A Girl Like Me. Visitado em 2 de Abril de 2010.
  10. a b c Emma Bunton. Visitado em 2 de Abril de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Emma Bunton