Enchente em Porto Alegre em 1941

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

A Enchente de 1941 foi a maior enchente registrada na cidade de Porto Alegre. Durante os meses de abril e maio a precipitação somou 791 milímetros e deixou 70 mil flagelados sem energia elétrica e água potável. As águas do lago Guaíba alcançaram a cota recorde de 4,75 metros, com um tempo de recorrência de 370 anos. As cheias que ocorrem no lago Guaíba são causadas por fatores ambientais inter-relacionados, principalmente pelas chuvas intensas que ocorrem nas cabeceiras dos rios afluentes, sobretudo em anos de El Niño, juntamente com o efeito de represamento decorrente do vento sul no estado.

O centro da cidade ficou debaixo d'água e os barcos se tornaram o principal meio de transporte de Porto Alegre em maio daquele ano.

Após esta data, o Arroio Dilúvio foi canalizado, o Muro da Mauá foi construído e um sistema de drenagem foi instalado, para evitar a repetição do problema. Desde então, a cidade não teve mais enchentes de tais proporções.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Hoje em dia, ainda se pode ver as marcas das águas nas paredes do Mercado Público.
  • A Cruz Vermelha Norte-americana destinou US$ 10 mil aos flagelados do RS, fato noticiado pelo jornal Diário de Notícias, em 16 de maio de 1941.
  • Depois do ocorrido, o Governo do Rio Grande do Sul decidiu construir um muro bloqueando o Lago Guaíba, para evitar mais enchentes. Mas, muitas pessoas querem que o muro seja destruído, pois ele bloqueia a vista para o Cais do Porto.
  • A expressão "abobado da enchente" (que significa besta), muito conhecida dos gaúchos, teria surgido devido a famosa enchente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]