Encinasola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Espanha Encinasola
Anzina Sola

Encinasola
 
—  Município  —
Bandeira de EncinasolaAnzina Sola
Bandeira
Brasão de armas de EncinasolaAnzina Sola
Brasão de armas
EncinasolaAnzina Sola está localizado em: Espanha
Encinasola
Anzina Sola
Localização de Encinasola
Anzina Sola na Espanha
38° 08' N 6° 52' O
Comunidade autónoma Andaluzia
Província Huelva
 - Alcaide Modesto Hierro Delgado
Área
 - Total 178 km²
Altitude 432 m (1 417 pés)
População (2007)
 - Total 1 614
    • Densidade 9,07/km2 
Gentílico: marocho/cha
Fuso horário CET (UTC+1)
 - Horário de verão CEST (UTC+2)
Código postal 21390
Sítio www.encinasola.com/
Localização de Encinasola

Encinasola é um município raiano da Espanha na província de Huelva, comunidade autónoma da Andaluzia, de área 178 km² com população de 1614 habitantes (2007) e densidade populacional de 9,38 hab/km².[1] É também conhecida em português como Anzina Sola.[2]

História[editar | editar código-fonte]

No término municipal da Vila de Encinasola encontram-se restos de sete povoados celtiberos que vieram em busca de depósitos metalúrgicos. Posteriormente, na época romana, dá-se um assentamento na zona da Peña de San Sixto; da época visigoda apenas há dados; da época árabe destaca-se o atual desenho da povoação, a construção do castelo, os arrabaldes e o morro da povoação, havendo vestígios de uma antiga mesquita.

A vila de Encinasola foi reconquistada principalmente por astur-leoneses e pertencia ao lado leonês da repovoação; destaca-se como feito importante que os habitantes de Encinasola participaram na reconquista da povoação malaguenha de Álora à qual atribuiram como padroeira a Virgem das Flores.

Posteriormente, ao ser povoado fronteiriço com Portugal, foi o único de toda a província de Huelva que mantevo a sua fronteira intacta com Portugal e jamais chegou a ser conquistado por esta nação. Desta época vêm os Fortes de San Felipe e de San Juan.

Mais tarde, na Guerra da Independência espanhola, ofereceu uma feroz resistência aos franceses, ficando destruído desde então o seu castelo.

Nas Guerras de Sucessão espanholas, apoiou sempre a Coroa.

Desde finais do século XIX, a sua economia baseou-se na criação de gado, na agricultura e nas indústrias locais de abastecimento. Dada a pobreza da terra houve sempre uma emigração intensa; apesar disso, chegou a alcançar a finais dos anos 50 do séc.XX a ter uma população de mais de 7 mil habitantes, tendo desde então decrescido.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Variação demográfica do município entre 1991 e 2004
1991 1996 2001 2004
2068 1945 1755 1673

Espanha | Andaluzia | Huelva

Referências

  1. Censo 2011. Instituto Nacional de Estatística (Espanha).
  2. Quadro elementar das relações políticas e diplomáticas de Portugal com as diversas potências do mundo, desde o princípio da monarquia portuguesa até aos nossos dias, Visconde de Santarém, Tomo primeiro, J. P. Aillaud, 1842
Ícone de esboço Este artigo sobre Municípios da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.