Endeis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Endeis, na mitologia grega, foi a esposa de Éaco, e mãe dos seus filhos Peleu e Telamon.[1] [2] [3] Uma versão discordante é mencionada por Pseudo-Apolodoro: segundo Ferecides de Leros, Telamon não seria filho de Éaco e Endeis, mas um amigo de Peleu.[3]

Existem duas variantes sobre quem seria seu pai: Pseudo-Apolodoro e Plutarco o dão como Sciron,[1] [3] um ladrão que atuava em Mégara e foi morto por Teseu;[4] mas Plutarco também menciona um mito de Mégara no qual Sciron é o heroi[5] e Teseu o vilão.[1] A mãe de Endeis é chamada de Chariclo.[1]

No texto atribuído a Higino, por muitos considerado uma fonte pouco fiável,[Nota 1] o pai de Endeis é o centauro Quirão.[2]

Notas e referências

Notas

  1. Nas palavras de Arthur L. Keith, "at the caprices of Fortune who has allowed many of the plays of an Aeschylus, the larger portion of Livy's histories, and other priceless treasures to perish, while this school-boy's exercise has survived to become the pabulum of scholarly effort."

Referências

  1. a b c d Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Teseu, 10.3
  2. a b Higino, Fabulae, XIV, Os argonautas reunidos
  3. a b c Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.12.6
  4. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Teseu, 10.1
  5. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Teseu, 10.2