Potência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Energia ativa)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Em física, potência é a grandeza que determina a quantidade de energia concedida por uma fonte a cada unidade de tempo. Em outros termos, potência é a rapidez com a qual uma certa quantidade de energia é transformada ou é a rapidez com que o trabalho é realizado.

Fórmula[editar | editar código-fonte]

A potência P é dada por P=\frac{T}{dt}

Variação de energia é a energia que mudou de natureza ou transitou para outro local.

A variação de energia recebe diversos nomes, quando se refere a tipos específicos de energia:

  • Trabalho (\!W): é a energia consumida ao longo de um percurso (\!W=F.x)

Potência: sabendo a Força aplicada (constante) e a velocidade da partícula: P=\frac{\delta W}{\delta t}=\frac{\delta (F . x)}{\delta t}=F\frac{\delta  x}{\delta t}=F . v

  • Quantidade de Calor (\,\!Q_c): é a variação da energia térmica (\,\!\Delta E_T).

No SI, a unidade de potência é o W (watt), dimensionalmente igual a joule por segundo (J.s–1). Usam-se-lhe, conforme a ordem de grandeza, submúltiplos e múltiplos, como, por exemplo, miliwatt, MW (10–3W) e quilowatt, kW (103W), entre tantas. Ainda se usam, conquanto apenas por motivos histórico-práticos, unidades não-oficiais como cavalo-vapor, CV (735,5W), horse power, Hp (746,6W) e outras unidades híbridas.

Potência do ser humano[editar | editar código-fonte]

A potência consumida/dissipada por um ser humano é em torno de 100 watts, variando de 85 W durante o sono a 800 W ou mais enquanto pratica desporto. Ciclistas profissionais tiveram medições de 2000 W de potência realizada por curtos períodos de tempo.

Potência de motor[editar | editar código-fonte]

A potência fornecida por um motor alternativo (P) pode ser obtida a partir do seu torque (T) e da sua rotação (n):

Potência em CV: P=\frac{ 2 . \pi . n . T }{60 . 75} onde P [cv] , T [kgf.m], n [rpm].


Potência em kW: P=\frac{ 2 . \pi . n . T . 0,73549875 }{60 . 75} onde P [kW], T [kgf.m], n [rpm].


Potência em kW: P=\frac{ 2 . \pi . n . T }{60.1000} onde P [kW], T [N.m], n [rpm].


Potência em kW: P=\frac{ n . T }{9549,29658548} onde P [kW], T [N.m], n [rpm].


Outra maneira:

\mbox{Potência} = \mbox{Torque} \times 2 \pi \times \mbox{Velocidade angular}

Adicionando as unidades (velocidade angular em Hertz ou rotações por segundo, rps):

 \mbox{Potência (W)} = \mbox{Torque (N}\cdot\mbox{m)} \times 2 \pi \times \mbox{Velocidade angular(Hz ou rps)}


 \mbox{Potência (kW)} = \frac{ \mbox{Torque (N}\cdot\mbox{m)} \times 2 \pi \times \mbox{Velocidade angular (rpm)}} {60000}
 \mbox{P (kW)} = \frac{ \mbox{T (N}\cdot\mbox{m)} \times \mbox{n (rpm)}} {9549,29658548}

Potência específica[editar | editar código-fonte]

Chama-se potência específica ou potência mássica a potência por unidade de massa do sistema relativamente ao qual é calculada. Dimensionalmente, no SI, exprime-se em watt por quilograma (W.kg–1).