Engasgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Engasgo
Manobra de Heimlich em uma paciente adulta engasgada
Classificação e recursos externos
CID-10 F410, R068, T179, W78, W79, W80
CID-9 784.9, 933.1
MeSH D000402
Star of life caution.svg Aviso médico

No meio médico, engasgo ou obstrução de vias áereas por corpo estranho (OVACE) é o bloqueio da traquéia de uma pessoa por um objeto estranho, vômito, sangue ou outros fluidos. Engasgo é considerado uma emergência médica. Em casos severos, o engasgo pode levar a pessoa à morte por asfixia ou deixá-la semi-consciente ou inconsciente por um tempo. Nessa situação, deve-se agir rápida e precisamente para evitar complicações. Em casos mais graves, deve-se chamar uma ambulância rapidamente, para uma intervenção médica de emergência. Na maioria dos casos, no entanto, aconselha-se proceder conforme abaixo.

Como proceder[editar | editar código-fonte]

O procedimento de primeiros socorros para engasgo é usar o número telefônico de emergência. As principais diferenças de abordagem se dão de acordo com:

  • a faixa etária do paciente (adulto, crianças e neonatos)
  • se gravidez ou obesidade mórbida
  • se a vítima está consciente ou inconsciente

Caso a vítima esteja acordada, inicialmente pede-se para que ela tussa na tentativa de eliminar ativamente o corpo estranho.

Segue-se a realização da manobra de Heimlich em pé como forma de auxiliar a vítima à expulsar o que estiver obstruindo sua via aérea.

Caso a vítima perca a consciência, realiza-se manobra específica com o paciente deitado.

A chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência dá início ao manejo avançado de via aérea (ex: Intubação endotraqueal).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

ATENÇÃO: não tente melhorar a situação com respiração boca à boca, pois podem trazer riscos mais graves e prejudicar a vitima.