Engenharia social (segurança)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Engenharia social em segurança da informação, se refere a prática de interações humanas para que pessoas revelem dados sensíveis sobre um sistema de computadores ou de informações.[1] [2] Este é um termo que descreve um tipo não-técnico de intrusão que depende fortemente de interação humana e envolve enganar outras pessoas para quebrar procedimentos de segurança.[3]

Referências

  1. EC-Council, Cyber Safety, Cengage Learning, pp. 5–, ISBN 1-285-22494-9
  2. Philip Purpura, Terrorism and Homeland Security: An Introduction with Applications, Butterworth-Heinemann, pp. 379–, ISBN 978-0-08-047541-7
  3. Rajendra Maurya, A to Z EMAIL HACKING & SECURITY, Scorpio Net Security Services, p. 64, ISBN 978-93-5104-771-1

Ver também[editar | editar código-fonte]