Epinephelus marginatus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaGaroupa-verdadeira
Mero
Epinephelus marginatus.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 EN pt.svg
Em perigo
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Subclasse: Osteichthyes
Superordem: Acanthopterygii
Ordem: Perciformes
Subordem: Percoidei
Família: Serranidae
Subfamília: Epinephelinae
Género: Epinephelus
Espécie: E. marginatus
Nome binomial
Epinephelus marginatus
Lowe, 1834
Sinónimos
Epinephelus guaza Jordan & Evermann, 1896
Serranus guaza Fowler, 1936

A garoupa-verdadeira, garoupa-crioula, mero legítimo ou piracuca[1] [2] (Epinephelus marginatus) é um peixe que pertence à família Serranidae.

Habitat e distribução[editar | editar código-fonte]

Vive no Mar Mediterrâneo, no Oceano Atlântico perto dos Açores[3] frente às costas do sul do Brasil, Uruguai e do norte da costa da Argentina[4] e no Oceano Índico frente às costas de Moçambique e Madagascar, geralmente a uma profundidade entre os 10 e 50 m, chegando a vezes até os 200 m[2] ), especialmente nas áreas de fundos rochosos ou em grutas.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Peixe adulto

Mede entre 140 e 150 cm de longo[2] e pesa uma media 60 Kg. Vive uns 50 anos[5] tendo-se observado uma idade máxima de 61 anos[6] ). Tem boca grande e destacada com lábios proeminente, sua barbatana é comprida e sua barbatana caudal é convexa e permite movimentos rápidos em distancias curtas e sua cabeça é arredondada. No opérculo tem três espinhas.

Sua cor varia do verde ao marrom dependendo da estação do ano e da idade. É verde a azulado durante sua fase juvenil. O adulto é marrom obscuro com os pontos cor amarelo forte e claro. Pode ademais apresentar distintas corações segundo seu estado emocional e reprodutor.[7] [8] [9]

Se distingue de outras espécies parecidas por a margem da barbatana caudal arredondado de forma convexa, pelas laterais claras na cabeça e pela cor tipicamente marrom, mais cinza nas outras espécies.

Comportamento[editar | editar código-fonte]

Solitário, territorial, um pouco esquivo, mas está documentada certa curiosidade desta espécie.[2]

Reprodução[editar | editar código-fonte]

É hermafrodita sucessivo madurando como fêmea aos 5 anos mudando em macho aos 12 anos, embora pode ser desde os 7 anos segundo a situação demográfica do grupo. Se emparelha durante o verão. A fêmea transitória busca ao macho em seu território e espera sua chegada.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

A garoupa verdadeira aparece na cédula de cem reais

Se nutre principalmente de moluscos, especialmente octópodos e crustáceos assim como também de alguns peixes.

Referências

  1. E. Trainito.
  2. a b c d P. Louisy.
  3. Barreiros, J.P.1995.Aspectos de comportamento e reprodução do mero epinephelus marginatus (Lowe, 1834) nos Açores. Departamento de Ciências Agrárias, Universidade dos Açores
  4. M. R. Rico M.R. y M. Acha "Southernmost occurrence of Epinephelus marginatus in the south‐west Atlantic"; Journal of Fish Biology 63 (6): 1621–1624. Instituto Nacional de Investigación y Desarrollo Pesquero - Universidad Nacional de Mar del Plata, Mar del Plata, Argentina.
  5. Specie ittiche marine commerciali del Mare Mediterraneo. Consultado o dia 19 de febrero de 2008
  6. Reñones & Piñeiro. "Age and growth of the dusky grouper Epinephelus marginatus (Lowe 1834) in an exploited population of the western Mediterranean Sea"; Journal of Fish Biology 71 (2): 346-362.
  7. FishBase
  8. Mas Ferrà, Xavier i Canyelles Ferrà, Xavier: Peixos de les Illes Balears. Editorial Moll, Palma de Mallorca, mayo de 2000. Manuals d'introducció a la naturalesa, 13. ISBN 84-273-6013-4. Plana 139.
  9. Kara, M.H. i Derbal, F. 1998. Morphometrie, croissance et mortalite du Merou Epinephelus marginatus (Serranidae) des cotes de l'est algerien. Cahiers de Biologie Marine 36: 229-237.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Trainito, Egidio 2005. Atlante di flora e fauna del Mediterraneo. Milano: Il Castello. ISBN 88-8039-395-2
  • Louisy, Patrick 2006. Guida all'identificazione dei pesci marini d'Europa e del Mediterraneo. Milano: Il Castello. ISBN 88-8039-472-X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Epinephelus marginatus