Epitaciolândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Epitaciolândia
Av. Santos Dumont - BR 317 Epitaciolândia Acre

Av. Santos Dumont - BR 317 Epitaciolândia Acre
Bandeira de Epitaciolândia
Brasão de Epitaciolândia
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 28 de abril 1992
Gentílico epitaciolandense
Lema Construindo Vida Nova.
Padroeiro(a) São Sebastião
CEP 69934-000
Prefeito(a) André Luiz Pereira Hassem (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Epitaciolândia
Localização de Epitaciolândia no Acre
Epitaciolândia está localizado em: Brasil
Epitaciolândia
Localização de Epitaciolândia no Brasil
11° 01' 44" S 68° 44' 27" O11° 01' 44" S 68° 44' 27" O
Unidade federativa  Acre
Mesorregião Vale do Acre IBGE/2008[1]
Microrregião Brasileia IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Xapuri ao norte; Brasileia ao oeste
Distância até a capital 243 km
Características geográficas
Área 1 659,131 km² [2]
População 15 126 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 9,12 hab./km²
Clima Quente
Fuso horário UTC-5
Indicadores
IDH-M 0,653 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 127 947,833 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 165,32 IBGE/2008[5]
Página oficial

Epitaciolândia é um município brasileiro localizado no sudeste do estado do Acre.

História[editar | editar código-fonte]

A sede se estabeleceu nas terras do antigo Seringal Bela Flor, na margem direita do rio Acre. Em 1992, a partir de uma divisão do município de Brasileia, foi elevada a categoria de município, mas com as duas sedes separadas apenas por um rio. Sua área urbana também é contígua com a cidade de Cobija, capital do departamento de Pando, na Bolívia. Estas três cidades juntas abrigam uma população de cerca de 50 mil habitantes, sendo que as 2 brasileiras formam o terceiro conglomerado urbano do estado do Acre.

O nome Epitaciolândia se originou da junção do nome Epitácio - em homenagem ao Presidente da República, Epitácio Pessoa- e o sufixo lândia, que significa "terra de...". Representa a época em que a localidade passou a categoria de Vila Epitácio Pessoa.

Por volta do ano de 1958, a vila se desenvolveu para um pequeno vilarejo, com locais comerciais, igrejas e escolas. Posteriormente, se instalaram a Subdelegacia, a Subprefeitura, a 4ª Companhia Especial de Fronteira, o Campo de Aviação e o Posto de Fiscalização de tributos na fronteira.

A Vila Epitácio Pessoa adquiriu, então, condições para se transformar em município. Na gestão do governador Edmundo Pinto, amparado pela lei que criou 10 novos municípios no Estado do Acre. Atualmente são 22 municípios. No dia 13 de abril de 1992 realizou-se um Plebiscito sobre a criação do município, onde a população da vila foi convidada a votar, direta e secretamente. A população decidiu, com um percentual de 95% dos votos válidos, pelo “Sim” à sua emancipação política e administrativa. Epitaciolândia tornou-se município, respaldado pela lei no 1.026/92, de 28 de abril de 1992.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população é de 15 126 habitantes e sua área é de 1 659 km² (8,1 hab./km²). Limita ao norte com o município de Xapuri, ao sul e a leste com a Bolívia e a oeste com o município de Brasiléia

Economia[editar | editar código-fonte]

A atividade econômica gira em torno do comércio (tanto para os brasileiros residentes, quanto para os bolivianos e os residentes em Brasiléia) e da Pecuária. Possui vários hotéis e serve como ponto de apoio para os brasileiros vindos de Rio Branco que pretendem fazer compras na zona franca de Cobija.

De fato, a economia das três cidades são complementares. Epitaciolândia se destaca pelos seus 3 supermercados e pelo maior banco da região (Banco do Brasil). Seus habitantes buscam em Brasileia serviços de correios e saúde (Hospital Regional), além do campus avançado da UFAC. Cobija se destaca pelo seu intenso comércio na zona franca e pela Universidade.

Exército[editar | editar código-fonte]

Em Epitaciolândia também está localizada a sede da Companhia Especial de Fronteira e o 1º Pelotão Especial de Fronteira, unidades destacada do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, em Rio Branco-AC.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 29 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Acre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.