Epsilon Leonis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
ε Leonis
Dados observacionais (J2000)
Constelação Leo
Asc. reta 09h 45m 51,1s[1]
Declinação +23° 46′ 27,3″[1]
Magnitude aparente 2,98[2]
Características
Tipo espectral G1 II[1]
Cor (U-B) +0,47[2]
Cor (B-V) +0,808[3]
Variabilidade Cefeida[4]
Astrometria
Velocidade radial 4,86 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -45,61 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -9,21 mas/a[1]
Paralaxe 13,22 ± 0,15 mas[1]
Distância 247 ± 3 anos-luz
75,6 ± 0,9 pc
Magnitude absoluta –1,49[5]
Detalhes
Massa 4,01[5] M
Raio 21[3] R
Gravidade superficial 2,2 (log g)[3]
Luminosidade 288[3] L
Temperatura 5 248[3] K
Metalicidade [Fe/H] –0,28[3]
Rotação 8,1 km/s[3]
Idade 162 milhões[5] de anos
Outras denominações
Algenubi, 17 Leonis, BD +24°2129, FK5 367, GC 13443, HD 84441, HIP 47908, HR 3873, SAO 81004.[1]
Epsilon Leonis
Leo constellation map.png

Epsilon Leonis (ε Leo, ε Leonis) é a quinta estrela mais brilhante da constelação de Leo, com uma magnitude aparente de 2,98.[2] Tem os nomes tradicionais Ras Elased (Australis), Asad Australis e Algenubi, todos derivados do árabe رأس الأسد الجنوبي rās al-’asad al-janūbī,[carece de fontes?] significando "estrela do sul da cabeça do leão".[4]

Epsilon Leonis tem uma classificação estelar de G1 II,[1] com a classe de luminosidade 'II' indicando que, a uma idade de 162 milhões de anos,[5] evoluiu para uma gigante luminosa. É muito maior e mais brilhante que o Sol com 288 vezes a luminosidade solar e 21 vezes o raio solar.[3] Tem uma magnitude absoluta de –1,49,[5] sendo uma das estrelas mais luminosas na constelação, bem mais brilhante que Regulus. Epsilon Leonis tem uma magnitude aparente menor que a de Regulus porque está bem mais distante, a uma distância de aproximadamente 247 anos-luz (75,6 parsecs) da Terra.[1] Sua magnitude aparente é reduzida por 0,03 como resultado de extinção causada por gás e poeira.[5]

Epsilon Leonis exibe características de uma variável Cefeida, variando sua magnitude por 0,3 com um período de alguns dias.[6] [4] Possui cerca de quatro vezes a massa do Sol e uma velocidade de rotação projetada de 8,1 km/s.[3] Com base em sua abundância em ferro, a metalicidade desta estrela é de aproximadamente 52% da do Sol. Isto é, a abundância de elementos além de hidrogênio é hélio é cerca de metade do que é no Sol.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j SIMBAD query result - eps Leo SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Página visitada em 25 de outubro de 2012.
  2. a b c Johnson, H. L. et al. (1966), "UBVRIJKL photometry of the bright stars", Communications of the Lunar and Planetary Laboratory 4 (99), Bibcode1966CoLPL...4...99J 
  3. a b c d e f g h i j Massarotti, Alessandro et al. (janeiro de 2008), "Rotational and Radial Velocities for a Sample of 761 HIPPARCOS Giants and the Role of Binarity", The Astronomical Journal 135 (1): 209–231, doi:10.1088/0004-6256/135/1/209, Bibcode2008AJ....135..209M 
  4. a b c Kaler, James B. ALGENUBI (Epsilon Leonis) Stars.. Página visitada em 25 de outubro de 2012.
  5. a b c d e f Takeda, Yoichi; Sato, Bun'ei; Murata, Daisuke (agosto de 2008), "Stellar parameters and elemental abundances of late-G giants", Publications of the Astronomical Society of Japan 60 (4): 781–802, Bibcode2008PASJ...60..781T 
  6. Andrievsky, S. M. (julho de 1998), "BA II lines as luminosity indicators: s-Cepheids and non-variable supergiants", Astronomische Nachrichten 319 (4): 239–240, Bibcode1998AN....319..239A 
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.