Equatória

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Localização da região de Equatória no Sudão do Sul

Equatória (em árabe: Al-Istiwa'iyah, الاستوائية)) é uma das regiões do Sudão do Sul. Fica no sul do país.[1]

A província foi criada por Samuel White Baker em 1870, antes de ser sucessivamente governada por Charles Gordon em 1874, e depois por Emin Paşa em 1878. A revolta mahdista pôs fim à presença egípcia em 1889, apesar da expedição de socorro a Emin Paşa, antes de ficar sob domínio inglês.

O estado de Bahr el-Ghazal foi separado de Equatória em 1948. A região foi palco de violentos confrontos durante a primeira e a Segunda Guerra Civil Sudanesas, e serviu de base de retaguarda aos movimentos revoltosos ugandeses, como o Exército de Resistência do Senhor.

A região engloba os estados de Equatória Ocidental, Equatória Central, e Equatória Oriental.[1] Faz fronteira com a República Centro-Africana a oeste, com a República Democrática do Congo, o Uganda e o Quénia a sul, com a Etiópia a leste e com as regiões de Bahr el-Ghazal e Grande Nilo Superior a norte.

Referências

  1. a b "SUDAN: land conflicts threaten peace in Upper Nile State", 23 June 2011. Página visitada em 8 July 2011.