Erecteion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Erecteion

O Erecteion, também conhecido como Erectêion ou Erectéion (em grego Έρέχθειον, transl. Eréchtheion) é um templo grego consagrado a Atena, Hefesto e Erecteu (mítico rei ateniense) que se conserva na Acrópole de Atenas. Foi construído entre 421 a 406 a.C., por Mnesicles.

É tido como o mais belo monumento em estilo jônico, a despeito das singularidades do seu plano e elevação, que se têm explicado pela necessidade de contrabalançar discretamente o Partenon e de reunir diversos santuários primitivos, tendo em atenção as lendas do local, onde havia uma fonte de água salgada e uma oliveira, que se diziam dádivas de Poseidon e de Atena, na sua luta pela posse da cidade. Possui duas celas individuais, e irregulares, devido à diferença de terreno e três pórticos desiguais. O pórtico Norte distingue-se pela altura das suas colunas e delicadeza dos capitéis; o pórtico Sul é o mais famoso por ter seis cariátides, ou korai, fazendo as vezes de colunas. Em redor de todo o templo havia um friso, da qual restam alguns fragmentos conservados no Museu da Acrópole. Já na Ilíada, embora em passo considerado do século VI a.C., fala-se de um templo dedicado a Erecteu.

No interior do templo, vivia uma serpente, para a qual se oferecia um bolo sagrado cuja recusa era tomada como sinal de mau agouro para os atenienses.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Erecteion
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.