Erich Auerbach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Erich Auerbach (9 de Novembro, 1892 em Berlim - 13 de Outubro, 1957 em Wallingford, Connecticut) foi um filólogo alemão e estudioso de literatura comparada assim como crítico de literatura. Seu trabalho mais conhecido é Mimesis, uma história da representação na literatura ocidental dos tempos antigos até os modernos.

Auerbach, que era judeu, foi estudante da tradição filólogica alemã e se tornaria eventualmente, junto com Leo Spitzer, um dos seus maiores representantes. Depois de participar de combates na Primeira Guerra Mundial, conseguiu seu doutorado em 1921 e se tornou membro da Faculdade de Filologia na Universidade de Marburg, publicando seu aclamado estudo chamado Dante: Poeta do Mundo Secular. Com a ascensão do Nacional Socialismo, entretanto, Auerbach foi forçado a abandonar essa posição em 1935. Exilado da Alemanha, ele residiu em Istambul, Turquia, onde escreveu Mimesis: A Representação da Realidade na Literatura Ocidental (1946), considerado sua obra-prima.

Ele posteriormente mudou-se para os Estados Unidos em 1947, ensinando na Universidade Estadual da Pennsylvania e então trabalhando no Instituto de Estudos Avançados; finalmente investiu-se como Professor de Filologia Românica na Universidade de Yale em 1950, uma posição que manteve até sua morte em 1957. Enquanto esteve lá, foi orientador de doutorado de Fredric Jameson.

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.