Eritema induratum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eritema induratum
Perna com Eritema induratum
Classificação e recursos externos
CID-10 A18.4 (ILDS A18.482)
CID-9 017.1
DiseasesDB 1272
MedlinePlus 1083213
MeSH D004891
Star of life caution.svg Aviso médico

Eritema Induratum, Doença de Bazin ou vasculite nodular(quando não associada a tuberculose), é uma condição rara caracterizada por nódulo soloroso ulcerado e firme, frequentemente associado ao bacilo da tuberculose ou com hepatite C. Predomina em pessoas do sexo feminino (4:1 em relação ao sexo masculino) e é mais comum na perna. Pode reaparecer com o clima frio.[1]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo Doença de Bazin foi dado em homenagem a Pierre-Antoine-Ernest Bazin.[2] [3]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Quando associada a tuberculose, o tratamento da TB costuma ser suficiente e eventualmente os eritemas desaparecem. Descanso é recomendado. Esteroides devem ser usados com cautela. Quando não tratado pode gerar lesões permanentes e escaras.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gimenez-Garcia R, Sanchez-Ramon S, Sanchez-Antolin G, et al; Red fingers syndrome and recurrent panniculitis in a patient with chronic hepatitis C. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2003 Nov;17(6):692-4.
  2. synd/102 em Who Named It?
  3. P. A. E. Bazin. Leçons théoriques et cliniques sur la scrofule, considérée en ellemême et dans ses rapports avec la syphilis, la dartre et l'arthritis. 2nd edition, Paris, 1861. Page 145 and 501.
  4. http://www.patient.co.uk/doctor/Erythema-Induratum-(Bazin's-Disease).htm