Eritropoiese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Hemácias

É denominado eritropoiese o processo de produção de eritrócitos (também denominados como hemácias ou glóbulos vermelhos do sangue). Em humanos adultos, a eritropoiese ocorre na medula óssea, mas em fetos e situações especiais como anemias severas pode ocorrer em outros órgãos, principalmente no fígado e no baço.

A eritropoiese é o processo natural de produção de eritrócitos que ocorre na medula óssea. Especificamente ocorre a partir dos Proeritroblastos, que são grandes células com nucléolos e citoplasma discretamente disformes. A partir desta célula origina-se por reprodução celular o Eritroblasto basófilo, que após 24/48 horas se transforma por maturação em Eritroblasto policromático. Esta célula vive em média 24 horas e se diferencia em Eritroblasto ortocromático, que 12 horas depois, perde o seu núcleo e dá origem ao reticulócito. O reticulócito é um eritrócito grande e imaturo, com RNA ribossômico em variáveis quantidades em seu citoplasma. O reticulócito tem um período de vida médio de 3 dias, após o que se transforma em eritrócito e é liberado da medula óssea para o sangue circulante. Assim que se transforma em eritrócito, seu tempo de vida é aproximadamente de 120 dias. Após este período, a hemácia será fagocitada no baço, pois perderá sua elasticidade, reaproveitando o ferro e a hemoglobina para novos eritrócitos. A foto é um esfregaço de sangue da medula óssea mostrando o "ninho" ou "ilhota de eritroblastos em diferentes fases evolutivas; no centro está a célula reticular primitiva, ou célula tronco pluripotencial primitiva.