Erix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Erix[1] ou Êrix,[2] personagem da mitologia greco-romana, foi filho de Afrodite com o argonauta Butes. Segundo o mito, Êrix erigiu o templo de Afrodite Ericina, no topo da montanha siciliana que recebeu o nome do herói.[2]

Foi rei de um cantão na Sicília chamado Erícia. Orgulhoso de sua força prodigiosa e da sua reputação como pugilista, desafiava a todos que se apresentassem nas redondezas, e costumava matar os que vencia. Foi o que fez quando viu Héracles entrando na cidade, com os bois de Gerion. Ao saber que se Héracles perderia sua imortalidade se perdesse os bois de Gerion,[carece de fontes?] colocou seu reino no jogo, em troca dos bois.[2]

Héracles, porém, o venceu, matando-o. Não tomou o reino; entretanto, profetizou que seus descendentes viriam para a região no futuro, o que ocorreria com a fundação de uma colônia pelo lacedemônio Dórion.[2] Héracles teria enterrado Ênix no templo de Afrodite.

Referências

  1. Virgílio. Eneida. [S.l.: s.n.]. Traduzido por Manuel Odorico Mendes.
  2. a b c d Kury, Mauro (2001). "Êrix". Dicionário de Mitologia Grega e Romana (sexta edição). Ed. Jorge Zahar. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor. 129---130. ISBN 85-7110-128-0. 

Leituras complementares[editar | editar código-fonte]

  • P. Commelin - Mitologia Grega Romana

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.