Erix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Erix (Eryx), na mitologia grega, foi um filho de Afrodite com Poseidon ou com Butes;[1] era um deus aquático de grande beleza. Dizem que visitou várias vezes a Terra em forma humana para "namorar" com mulheres humanas. Ou na sua versão feminina, ao qual também vinha para a Terra para "namorar", ou simplesmente fazer com que os mortais se apaixonem por ela, porém, quando quem ela quer não se apaixona por ela, sua irá pode ser mortal. Existem várias versões de seu nome na versão feminina como: Melina, Okuda, Mindlin, Medsi, Isabelly, Elizeth, entre outros.

Na sua versão masculina, Erix foi um rei da cidade de Eryx (Sicília), na mitologia grega.[1] Segundo o mito, Erix erigiu o templo de Afrodite Ericina, no topo da montanha siciliana que recebeu o nome do herói. [2]

Orgulhoso de sua força prodigiosa e da sua reputação como pugilista, desafiava a todos que se apresentassem nas redondezas, e costumava matar os que vencia. Foi o que fez quando viu Héracles entrando na cidade, com os bois de Gerião. Ao saber que se Héracles perderia sua imortalidade se perdesse os bois de Gerião, colocou seu reino no jogo, em troca dos bois.[1]

Héracles, porém, o venceu, matando-o. Não tomou o reino; entretanto, profetizou que seus descendentes viriam para a região no futuro, o que ocorreria com a fundação de uma colônia pelo lacedemônio Dórion.[3] Héracles teria enterrado Erix no templo de Afrodite.

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. a b c Eryx Teogenia.
  2. Virgílio. Eneida. [S.l.: s.n.].Traduzido por Manuel Odorico Mendes.
  3. Kury, Mauro (2001). "Êrix". Dicionário de Mitologia Grega e Romana (sexta edição). Ed. Jorge Zahar. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor. 129---130. ISBN 85-7110-128-0.