Ermesinda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ermesinda era filha de Pelágio das Astúrias e irmã de Fávila. Transmitiu a linhagem e a herança do trono das Astúrias ao seu marido Afonso I, filho de Pedro, Duque da Cantábria.

Terá nascido entre os anos 720 e 730, provavelmente na região de Oviedo, facto que não se encontra documentado, da mesma forma que a maioria dos sucessos, feitos e personagens contemporâneos do turbilhão daquela época, por um lado a invasão muçulmana e colapso do Reino Visigótico, e, por outro, o confinamento àquela regiáo das Astúrias e respectivo desconhecimento sobre a linhagem de D. Pelágio, e respectiva fuga da corte toledana em direcção ao Norte peninsular, caso este seja, efectivamente, um dignitário na capitalidade do reino visigodo.

Segundo a Crónica Albeldense, era filha de Pelágio e de Gaudiosa e casou com aquele que, mais tarde, se tornaria no sucessor do seu pai, Afonso I, filho de Pedro, último duque da Cantábria, quando, em 739, ao morrer o seu irmão Fávila, o esposo viria a ocupar o trono das Astúrias, entre 739 e 757.

Do seu matrimónio nasceram dois filhos e uma filha:

Ver também[editar | editar código-fonte]