Ernst Gräfenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ernst Gräfenberg
Nome completo Ernst Gräfenberg
Nascimento 26 de setembro de 1881
Adelebsen, Baixa Saxônia
Flag of the German Empire.svg Império Alemão
Morte 28 de outubro de 1957 (76 anos)
Nova Iorque, Nova Iorque
 Estados Unidos
Ocupação médico, fisiologista

Ernst Gräfenberg (Adelebsen, 26 de Setembro de 1881Nova Iorque, 28 de Outubro de 1957) foi um médico e fisiologista alemão.

Gräfenberg estudou medicina em Göttingen e Munique, obtendo o seu doutoramento em 10 de Março de 1905. Começou a carreira especializando-se como oftalmologia na Universidade de Würzburg, mas depois passou para o Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Universidade de Kiel, onde publicou artigos sobre a metástase cancerígena (a "teoria Gräfenberg"), e sobre a fisiologia da implantação do ovo humano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1910 Gräfenberg iniciou trabalho como ginecologista em Berlim, tal como estudos científicos na Universidade de Berlim sobre a fisiologia da reprodução humana. Durante a Primeira Guerra Mundial, serviu como oficial médico, e continuou a publicar artigos, sobretudo em fisiologia feminina.

Em 1929 publicou os seus estudos sobre o anel Gräfenberg, o primeiro DIU para o qual há registos.[1]

Em resultado da ascensão do nazismo na Alemanha, Gräfenberg, como médico judeu, foi forçado a demitir-se em 1933 do cargo de chefia do departamento de Ginecologia e Obstetrícia em Berlin-Britz. Crendo-se seguro, permaneceu na Alemanha. Porém, em 1937, foi preso por alegadamente fazer contrabando de um selo valioso para fora da Alemanha. Graças à intervenção de amigos da Sociedade Internacional de Sexologia, conseguiu escapar da Alemanha em 1940 e emigrar para a Califórnia. Morreu em 28 de Outubro de 1957 em Nova Iorque.

Estudos fisiológicos[editar | editar código-fonte]

Tornou-se famoso pelo estudo dos órgãos genitais femininos. As suas publicações incluem a seminal The Role of Urethra in Female Orgasm de 1950, na qual descreve a ejaculação feminina, e uma zona erogénia onde a uretra está mais próxima da parede vaginal. Em 1981 os sexólogos John D. Perry e Beverly Whipple chamaram a esta área o ponto de Gräfenberg, ou Ponto G em sua homenagem.

Referências

  1. (Fev 2000) "Evolution and Revolution: The Past, Present, and Future of Contraception". Contraception Online (Baylor College of Medicine) 10 (6).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]