Ersatz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ersatz é uma palavra alemã[1] cujo significado literal é substituto. Embora seu uso em inglês seja o de adjetivo, em alemão Ersatz só existe como substantivo de próprio direito ou em aglutinação com outras palavras tais como Ersatzteile (peças de substituição) ou Ersatzspieler (jogador suplente). Embora em inglês tal termo frequentemente implique a inferioridade ou a qualidade insatisfatória da substituição, o mesmo não acontece necessariamente em alemão.

No Reino Unido, esse termo foi popularizado como adjetivo em função das experiências de milhares de oficiais e soldados americanos, britânicos, e de outros países anglófonos, geralmente aviadores presos no Teatro Europeu da Segunda Guerra Mundial. Esses Kriegsgefangene (prisioneiros de guerra) aliados receberam Ersatzkaffee (café substituto) de seus captores alemães. Sem dúvida, essa bebida substituta não era popular entre os prisioneiros, que desejavam a bebida verdadeira.

Na língua inglesa, "ersatz" tornou-se um termo pejorativo durante a Segunda Guerra Mundial em função do Ersatzbrot (pão substituto) dado aos prisioneiros, feito com a pior farinha, amido de batata e às vezes misturado com serragem. Esta prática foi predominante no Front Oriental e em muitos campos de concentração e de trabalhos forçados organizados pelo regime nazista.

Contexto histórico[editar | editar código-fonte]

O termo ersatz provavelmente recebeu atenção internacional durante a Primeira Guerra Mundial, quando o bloqueio naval do Império Alemão estrangulou o comércio marítimo dessa nação, forçando-a a desenvolver substitutos para produtos químicos e alimentos. Os produtos Ersatz desenvolvidos nessa época incluem: borracha sintética (buna, produzida a partir do petróleo), benzeno para o óleo de aquecimento, chá, e cafés substitutos, feitos com grãos que não eram de café. Embora uma situação similar tenha ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial, essa conotação com o termo "ersatz" caiu no esquecimento na Alemanha dos dias atuais.

Capitalismo "Ersatz"[editar | editar código-fonte]

O termo capitalismo ersatz foi usado em dois conceitos, ambos críticos:

  • No uso de Joseph Stiglitz, um sinônimo para lemon socialism.[2]
  • Sendo referente ao trabalho de Kunio Yoshihara, o capitalismo ersatz refere-se às economias do Leste Asiático e suas economias ascendentes e seu desenvolvimento dinâmico e tecnológico intenso[3] .

Referências