Esaú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Nascimento de Jacob e Esaú, pintura de Benjamin West

Esaú, personagem do Antigo Testamento, era filho de Isaac e Rebeca[1] e irmão gémeo de Jacó[2] , com quem se zangou por este lhe ter usurpado a primogenitura. Esaú em hebraico,עֵשָׂו (peludo), foi também chamado de Edom em hebraico אֱדוֹם (vermelho), o pai dos Edomitas que habitaram um região que hoje é conhecida por Aqaba. Esaú nasceu ruivo e peludo[1] .

Esaú era um perito caçador e amado do seu pai, enquanto Jacó habitava em tendas e era amado por sua mãe[3] . Esaú vendeu a Jacó seu direito a primogenitura por um prato de lentilhas[4] .

Ele tomou sua prima Maalate como mulher: Vendo também Esaú que as filhas de Canaã eram más aos olhos de Isaque seu pai, Foi Esaú a Ismael, e tomou para si por mulher, além das suas mulheres, a Maalate filha de Ismael, filho de Abraão, irmã de Nebaiote.[5] .

Esaú teve um filho chamado Elifaz, muitas vezes confundido com Elifaz, o Temanita (por habitar na região mais a sul da península arábica (Teman), hoje conhecida como Iémen). Este, considerado um sábio, é personagem importante no livro de Job.

Edom[editar | editar código-fonte]

Os Edomitas fundiram-se mais tarde como os Nabateus porque Esaú casou com uma das irmãs de Nebaiote. A sua descendência espalhou-se pelas terras adjacentes ao Mar vermelho subindo para norte onde também entraram em confrontos territoriais com os Filisteus, acabando por se estabelecer mais tarde no vale de Aqaba onde fundaram duas cidades muito importantes na rota do incenso, Bozra e Petra.

Referências